Primeiros focos de ferrugem no sudoeste goiano

104

Com o início das colheitas foram detectados os primeiros focos da doença no sudoeste goiano.

O primeiro caso ocorreu em soja plantada em outubro e já no estádio de R6. O engenheiro agrônomo Aquiles Pires, da Agro Carregal Pesquisa e Proteção de Plantas, detectou os sinais do patógeno (urédias) em plantas próximas a um poste de energia, onde normalmente as aplicações não acontecem com a mesma qualidade. O momento é de atenção, mas o agricultor deve manter a calma e continuar seguindo as recomendações técnicas à risca.

Áreas plantadas mais tardiamente podem, ainda, sofrer perdas consideráveis caso as medidas de controle não sejam adotadas a contento. Também foram detectados focos da doença em Jataí, Mineiros, Caçu, Chapadão do Céu, Montividiu e Acreúna.

No caso de dúvidas, o agricultor deve recorrer a um engenheiro agrônomo, AGRODEFESA e Sindicato Rural de Rio Verde.

A Agro Carregal também está a disposição dos mesmos.

Luis Henrique Carregal Agro Carregal Pesquisa e Proteção de Plantas.

 

Texto originalmente publicado em:
Consórcio Antiferrugem.Net
Autor: Luis Henrique Carregal Agro Carregal Pesquisa e Proteção de Plantas.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA