Abiove eleva estimativa para produção de soja para 118.4 milhões de toneladas

92

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) elevou em 0,9% a estimativa de produção de soja em 2017/18, para 118.4 milhões de toneladas, segundo números divulgados hoje. Se confirmado o número de hoje, a produção terá aumentado 4% em relação à safra 2016/17.

As exportações da safra 2017/18 devem ficar em 71.2 milhõe de toneladas, maior que a exportação recorde estimada para 2016/17 de 68.2 milhões de toneladas e 1,1% maior que a estimativa do mês passado. A quebra de safra na Argentina e a maior demanda da China devido à disputa comercial entre chineses e americanos ainda são os impulsionadores da demanda pelo grão brasileiro. A perspectiva para o estoque final da safra 2017/18 foi revisada para baixo e passou para 5.865 milhões de toneladas, 3,3% menor que a última projeção, mas 11,4% superior a do ciclo 2016/17.

Segundo a entidade, o processamento de soja também vai aumentar. O número divulgado hoje é 0,9% maior que o de abril e dá conta de 43.6 milhões de toneladas da oleaginosa processada. Assim, a estimativa de produção de farelo de soja também foi elevada para 32.8 milhões de toneladas. Desse total, o Brasil deve exportar 17 milhões de toneladas, volume 1,2% maior que do o estimado no mês passado e 18,2% maior que o registrado no último ciclo. Essa projeção reflete a quebra da produção argentina. O país vizinho, tradicionalmente, é grande exportador de farelo e a quebra de produção abre uma janela para as exportações do produto brasileiro.

Para o consumo interno do farelo, a entidade estima 16.2 milhões de toneladas, volume 1,2% menor que o projetado em abril e 0,5% inferior do número da entidade para a safra 2016/17. Essa redução reflete uma menor demanda interna para a indústria de aves resultante dos recentes embargos à carne de frango brasileira.

Para dar conta do aumento da mistura obrigatória de biodiesel no diesel de 8% para 10%, a produção de óleo de soja deve alcançar 8.650 milhões de toneladas, aumento de 1,2% em relação à estimativa anterior e avanço de 2,6% em relação à safra passada. A entidade estima que sejam exportadas 900.000 toneladas de óleo de soja, aumento de 12,5% em relação à projeção de abril e 32,8% menor que em 2016/17.

As exportações do complexo soja, segundo a Abiove, devem gerar receita de US$ 36.457 bilhões em 2018, aumento de 15% em relação à receita estimada em US$ 31.723 obtida em 2017 e aumento de 1,3% em relação à última divulgação. As vendas do grão deverão totalizar US$ 29.192 bilhões, enquanto as do farelo, US$ 6.630 bilhões.

Fonte: Abiove, disponível no Portal da SNA

Texto originalmente publicado em:
SNA
Autor: Abiove

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.