No Rio Grande do Sul, ocorreu avanço significativo da semeadura de milho nas regiões da Fronteira Noroeste, Missões, Alto Jacuí, Celeiro e Noroeste Colonial, nessa semana, perfazendo em nível estadual, um total de 76% da área. Essa situação acontece em decorrência das condições climáticas favoráveis para plantio e germinação/crescimento das plantas, que vêm demonstrando excelente potencial produtivo até o momento.

As lavouras em estádio de desenvolvimento inicial (de quatro a seis folhas) apresentam maior incidência de lagarta do cartucho, mas não necessitam controle até o momento. Produtores monitoram a praga. Em algumas regiões, as lavouras em início de emissão do pendão são manejadas com fungicida. Os tratos culturais concentram-se na adubação nitrogenada em cobertura.

O milho também teve queda na semana, com a saca de 60 kg caindo 1,71%, baixando o valor médio para R$ 35,00.



Fonte: Informativo Conjuntural –  Emater/RS

Texto originalmente publicado em:
Informativo Conjuntural
Autor: Emater/RS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.