Alerta máximo, ferrugem chega entre 20 e 45 dias mais cedo nesta safra no estado do Mato Grosso

Alerta máximo: Ferrugem-asiática da soja!!!

Novos casos de ferrugem-asiática no estado do Mato Grosso, em Campo Novo dos Parecis. As ocorrências foram relatadas pelo MAPA, em parceria com o pesquisador Ivan Pedro da Fundação MT. As ocorrências são em áreas com pulverizações preventivas. Então, ALERTAMOS para os casos, e não são poucos, de produtores que estariam colhendo lavouras super precoces sem terem feito ao menos uma aplicação.

Também são muitos os produtores que ainda tem lançado mão de misturas pouco eficientes e produtos com baixa eficiência. Casos, estes ainda mais preocupantes, de produtores que teriam feito apenas aplicações de “produtos biológicos”, multiplicados em nível de fazenda, sem eficiência comprovada.

O INDEA/MT tem o poder de notificar os produtores a fazerem pulverizações onde encontrarem focos de ferrugem-asiática. Esta fiscalização é extremamente importante, especialmente nesta época do ano, quando algumas colheitas já começaram. A falta de aplicações nestas áreas levará a uma ampla disseminação da ferrugem agora em janeiro.

Fonte: MAPA/ Fundação Mato Grosso

Leia também: Eficiência de fungicidas multissítios no controle da ferrugem-asiática da soja, Phakopsora pachyrhizi, na safra 2015/16: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos

Eficiência de fungicidas para o controle da ferrugem-asiática da soja, Phakopsora pachyrhizi, na safra 2015/16: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos

Texto originalmente publicado em:
Consórcio Antiferrugem
Autor: MAPA/ Fundação Mato Grosso

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.