Arroz: com 99% da área já colhida no RS, preocupação é com o valor da saca

45

Faltando poucas áreas a serem colhidas no Estado – resta cerca de 1% da área semeada -,
os resultados apontam para uma safra de boa produtividade. Acima dos 7,5 t/ha.

O que continua a preocupar a classe produtiva é o valor da saca de arroz recebido pelo produtor, impossibilitando-lhes de fazerem investimentos nas lavouras. A comercialização permanece lenta, pela maior oferta e contínua entrada de produto do Paraguai.

O Acompanhamento Semanal de Preços da Emater/RS-Ascar, nesta semana, obteve o preço médio para o Estado de R$ 35,81/saca de 50 kg do arroz em casca, subindo mais 0,45% em relação à anterior.

Em Pelotas, um dos principais polos de produção e comercialização de arroz do Estado, de acordo com informações colhidas na semana junto às indústrias locais, a saca de 50 kg, está sendo negociado a valores de R$ 36,20.

Tendência de estabilidade nessa cotação com o avanço da colheita. O preço informado é para pagamento à vista, posto na indústria pelo produtor. O produto é do tipo um, com rendimento entre 57% e 59% de grãos inteiros.

Fonte: Emater, Informativo Conjuntural nro. 1502.

Texto originalmente publicado em:
Emater
Autor: Emater,

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA