Breve análise da produção e da exportação x importação de trigo no Brasil

846

No período em que se finaliza a colheita da safra de trigo 2015, uma safra com produção abaixo das estimativas iniciais, em volume e qualidade, especialmente do trigo produzido no Rio Grande do Sul o Portal Mais Soja traz as informações de importação e exportação de trigo no período de janeiro a outubro de 2015 deste ano. Neste período o país importou 4.21 milhões de toneladas de trigo, sendo o maior volume proveniente da Argentina, segundo a Abitrigo. De acordo com a Conab as importações deverão somar 5,35 milhões de toneladas no ano.

Com um consumo de 10,5 milhões de toneladas e uma produção de 6,23 milhões de toneladas  o Brasil historicamente é importador de trigo.

No gráfico abaixo podem ser observados as principais origens do trigo que chega ao Brasil:clique na imagem para visualizar.

importação trigo

Quanto aos estados o maior importado são os estados de São paulo, Ceara, Bahia e Pernambuco que somados ultrapassam metade do volume importado de trigo.

Confira os principais estados importadores de trigo em 2015 (até outubro):clique na imagem para visualizar.

importação trigo por estado

Na safra de 2015 foram cultivadas 2.75 (milhões de ha) de trigo no Brasil, sendo nos estados do Sul que se concentra a maior parte desta área 2.6 (milhões de ha).A produtividade esperada é de 2.492 kg/ha (41,3 scs/ha) e, mesmo com o clima prejudicando a produtividade nos estados do sul deverá ser 15% superior a  safra anterior, totalizando 6.2  (milhões de toneladas).

Do trigo produzido, 1.44 milhões de toneladas foram exportadas durante o ano de 2015, sendo os principais destinos a Arabia Saudita, Vietnã e Bangladesh.

O  trigo exportado é oriundo principalmente do Rio Grande do Sul (87%) e Paraná (11%). na tabela abaixo são apresentados os estados brasileiros exportadores de trigo:clique na imagem para visualizar.exportação de trigoAssim, para trazer este trigo ao Brasil são gastos U$ 1.017.971,58 enquanto as exportações somam U$ 298.477,57, diferença superior a U$ 700.000.000. Com um vasto território o Brasil possui áreas, máquinas, pessoas capacitadas e tecnologia de produção já desenvolvida para incrementar esta produção, transformando o Brasil em um país auto-suficiente em trigo, pois atualmente produzimos apenas 0,81% do total do trigo produzido no mundo, dependendo da exportação para atender o consumo interno e ficando sujeito a volatilidade cambial para suprir a demanda de farinha de trigo.

Fonte de consulta:

Abitrigo:

Conab:

 Goodbackpage escort istanbulпродвижение сайта google самостоятельноаудит сайта маркетинговыйsingapore korean escorts

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA