CNA participa de seminário no Maranhão para debater o agro

45

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou do seminário “Mais Desenvolvimento do Agronegócio: O Papel Estratégico do Maranhão Frente à Crescente Demanda Mundial pela Produção de Proteína”, em São Luís.

Uma parceria entre a CNA, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (FAEMA) e o governo estadual, o evento reuniu técnicos, empresários e produtores rurais. Entre os palestrantes estavam a superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, e o superintendente técnico, Bruno Lucchi.

A abertura do seminário teve a participação do secretário de Estado da Indústria Comércio e Energia, Simplício Araújo, do secretário-adjunto de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Émerson Macêdo, e do presidente da FAEMA, Raimundo Coelho.

“O Maranhão tem um grande potencial para o agronegócio. Tem muitas perspectivas, tanto em termos de área produtiva quanto na diversificação  dos produtos explorados, aptos em qualidade para a exportação. O seminário vem em um momento  de planejamento e de realização  de uma agropecuária mais forte e mais eficaz  do Estado”, disse Lígia.

Lucchi avaliou a iniciativa como positiva no sentido de trazer os principais atores das cadeias produtivas essenciais para o desenvolvimento do segmento para analisar e discutir  ações que sirvam para impulsionar o agronegócio no estado.

“O Maranhão tem terras férteis, clima favorável e uma produção de grãos considerável. A Federação de Agricultura não só conhece as problemáticas que podem ser resolvidas, mas também os pontos positivos  e sabe a necessidade do homem do campo. Aliado ao trabalho do SENAR vem toda a  expertise  na educação e na capacitação dos produtores fazendo um trabalho de primeira linha, levando tecnologia e conhecimento  aos que necessitam”, ressaltou.

Raimundo Coelho, presidente do Sistema FAEMA/SENAR, disse que o setor do agronegócio é o segmento  econômico do estado que mais cresce atualmente e que sustenta os índices positivos  da economia maranhense. Segundo ele, debater  as atividades desse setor, as problemáticas e também o futuro  dessas atividades  com os produtores, técnicos e especialistas,  é de grande importância para o Maranhão.

“A participação da CNA é fundamental em um momento como esse e a FAEMA é uma entidade sindical que representa os produtores rurais maranhenses. Por essa razão é que somos parceiros do Governo, para que juntos busquemos soluções para o fortalecimento do agronegócio”, disse, acrescentando que ser parceiro do governo é muito importante  para que as políticas públicas a favor do setor agropecuário tornem-se mais eficientes.

Fonte: CNA

Texto originalmente publicado em:
CNA
Autor: Assessoria de Comunicação do Sistema FAEMA/SENAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA