Soja no MT: um novo recorde

866

O Imea atualizou o volume de soja esmagada em MT, apresentando em março 913,5 mil toneladas, sendo o maior volume mensal já observado na série histórica do Estado. Nota-se que tal valor esmagado apresentou um aumento de 10,77% ante fevereiro, enquanto que, em relação ao mesmo período do ano passado, registrou um crescimento de 10,68%.

Isso se deve, principalmente, à maior disponibilidade de grão no mercado em decorrência do fluxo da colheita, em conjunto com a demanda mais aquecida pelo farelo, que proporcionou uma melhora na margem bruta de esmagamento neste último mês.

Apesar desse volume recorde nesse mês, espera-se que o fluxo siga em ritmo aproximado ao registrado nos últimos meses. Atrelado a isso, o Imea estima que, na safra 17/18, MT esmague 9,25 milhões de toneladas, o que representa o segundo maior volume já previsto na série, ficando atrás apenas ao da safra 2016/17.

Confira os principais destaques do boletim:

• O preço da soja disponível em MT fechou a semana passada registrando um avanço de 5,08% e média de R$ 68,89/sc, devido, sobretudo, à valorização da taxa de câmbio e da CME.

• A paridade de exportação para o contrato de mar/19 apresentou valorização de 2,98% e
média de R$ 57,00/sc, em virtude, principalmente, do aumento nas cotações do dólar e da CME.

• A relação frete/soja encerrou a última semana com recuo de 1,91 p.p. Por mais que o frete tenha apresentado aumento, a valorização da soja disponível foi determinante para a queda.

• A colheita de soja em MT alcançou 99,85% do total da área estimada, apresentando um
avanço semanal de 0,34 p.p.

PROJEÇÕES 2018:

O Imea divulgou novas estimativas de oferta e demanda para a soja em MT, trazendo como destaque a safra 17/18. Com isso, a oferta da nova safra foi revisada para 32,17 milhões de toneladas, o que representa um novo recorde para o Estado. Do lado da demanda, a expectativa referente ao volume exportado do grão foi revisada para 18,20 milhões de toneladas, em decorrência da perspectiva de demanda firme pela soja mato-grossense no mercado externo.

Já para o consumo interno em MT, são previstas 9,25 milhões de toneladas, ou seja, o segundo maior já visto na série histórica do Estado, ficando atrás apenas da safra 16/17. Em relação ao consumo interestadual, é aguardado que volte aos patamares das safras anteriores a 16/17, na faixa de 4,50 milhões de toneladas.

Assim, com a expectativa de uma demanda mais fortalecida em relação à safra anterior, são esperados estoques finais mais apertados, estimados em 0,22 milhão de tonelada.

Fonte: Imea

Texto originalmente publicado em:
Boletim semanal da Soja- IMEA
Autor: IMEA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.