Correlações canônicas entre caracteres morfológicos e de rendimento em Aveia branca

O objetivo deste trabalho foi identificar correlações canônicas entre dois grupos de caracteres: morfológicos e componentes de rendimento juntamente com caracteres de qualidade industrial do ensaio regional de linhagens de aveia

Autores: Evandro Ehlert Venske¹, Cezar Augusto Verdi2, Vianei Rother3, Antonio Costa de Oliveira4

Trabalho publicado nos Anais do evento e divulgado com a autorização dos autores.

A aveia branca (Avena sativa L.) é um cereal de inverno, pertencente à família Poaceae, conhecida por ser umas das principais culturas utilizadas no sul do Brasil. É um dos principais cereais de inverno utilizados para a diversificação da exploração agrícola, devido a sua aplicação nas mais diversas finalidades, como: cobertura de solo (verde ou morta), forragem, feno, silagem, e principalmente a produção de grãos, para o arraçoamento visando a alimentação animal, e a produção de flocos ou farinha  para a utilização na alimentação humana (LÂNGARO; CARVALHO, 2014).

Sétimo cereal mais cultivado no mundo onde a Russia é o maior produtor, seguido por Canadá e Austrália, logo após vem o Brasil (USDA, 2016). Na safra 2016/2017 o Brasil teve a produção de 633,8 mil toneladas do grão, 588,8 mil toneladas produzidas só no estado do Rio Grande do Sul, o que representa cerca de 78% da produção nacional (CONAB, 2018).

A demanda para produtos voltados a alimentação humana tem elevado a demanda por grãos de elevada qualidade para industrialização. Um dos seus  diferenciais é a sua composição única entre os cereais, que dentre os componentes presentes nos grãos, um dos mais importantes é a β-glucana [(1→3)(1→4)‑β‑Dglucana], responsável por relevantes benefícios à saúde humana, conferindo a este cereal a condição de alimento funcional (FDA FOOD LABELING, 1997; CRESTANI et l., 2010).

Programas de melhoramento estão constantemente em busca de cultivares mais produtivas, com maior concentração de substâncias nutricionais em seus grãos, melhor aproveitamento industrial, ciclo precoce, estatura baixa, entre outros caracteres de interesse. Contudo, a seleção é um trabalho relativamente demorado e dificultado devido à complexidade da maioria dos caracteres importantes agronomicamente, que são de herança quantitativa, ou seja, são controlados por vários genes e suas formas alternativas, os alelos (HAWERROTH et al., 2014).

Neste contexto, a seleção indireta pode ser utilizada para aprimorar a seleção de genótipos superiores, com uso de correlações e seus desmembramentos em efeitos diretos e indiretos sobre um caráter dependente principal. Porém, este tipo de análise permite apenas a comparação de caracteres par a par ou sobre um caráter específico.

Pode-se contornar estes problemas com o uso da análise das correlações canônicas, que possibilita identificar de maneira mais detalhada as inter-relações entre os caracteres usados durante o processo de seleção, principalmente entre os grupos preestabelecidos (CRUZ et al., 2012). Deste modo o objetivo deste trabalho foi identificar correlações canônicas entre dois grupos de caracteres: morfológicos e componentes de rendimento juntamente com caracteres de qualidade industrial do ensaio regional de linhagens de aveia, realizado no município de Capão do Leão/RS.

O experimento foi conduzido no Centro Agropecuário da Palma, no campo experimental do Centro de Genômica e Fitomelhoramento (CGF) localizado no município do Capão do Leão 31º45’S, 52º29’W, altitude de 13 m, classificado como Argissolo Vermelho‑Amarelo distrófico (SANTOS et al., 2006). Os tratos culturais foram realizados de acordo com as recomendações para a cultura (CBPA, 2014).

Utilizou-se o delineamento experimental de blocos inteiramente casualizados. Cada unidade experimental foi constituída por 1 linha de 1,50 m de comprimento. Os genótipos foram avaliados para os caracteres morfológicos: dias da emergência à maturação (DEM, em dias), estatura de plantas (EST, em cm), acamamento (ACAM, em porcentagem, onde 1% acamou pouco e 100% acamou totalmente).

Caracteres de qualidade: peso hectolítrico (PH, em Kg.hl-1), massa de mil grãos (MMG, em gramas), índice de grãos maiores que dois milímetros (IG, em porcentagem), índice de descasque (ID, em porcentagem), rendimento de grãos (RG, em Kg.ha-1) e rendimento industrial (RI, em Kg.ha-1). Os dados foram submetidos à análise de variância para se observar os quadrados médios e obtenção da matriz de correlação fenotípica.

O Grupo 1 foi estabelecido para os caracteres morfológicos (DEM, EST e ACAM) e o Grupo 2 os caracteres de rendimento e qualidade industrial (PH, MMG, IG, ID, RG e RI). O software utilizado para as análises foi o programa GENES (CRUZ, 2006).

De acordo com a análise da variância (Tabela 1), observa-se que os quadrados médios dos caracteres EST, ACAM, MMG, IG, ID, RG e RI se apresentaram significantes pelo teste F a 1% de probabilidade de erro, demonstrando maior relevância desses carácteres no trabalho.

Tabela 1. Resumo da análise de variância entre 23 genótipos do ensaio regional de linhagens de aveia branca (ERLA) conduzido no município de Capão do Leão/RS. UFPel/CGF 2018.

Na Tabela 2 observa-se que três pares canônicos foram significativos, o primeiro e o segundo a 1% de probabilidade de erro (p), e o terceiro par se mostrou significativo a 5% de probabilidade de erro (p).

Tabela 2. Cargas dos caracteres morfológicos (grupo 1) e agronômicos (grupo 2) nas correlações canônicas (r) entre os grupos, em aveia branca do ensaio regional de linhagens de aveia (ERLA), no município do Capão do Leão/RS. UFPel/CGF 2018.

Por meio do primeiro par canônico a correlação (r) entre os grupos foi de 0,8498. O carácter DEM do grupo 1 demonstrou relação direta positiva com todos os caracteres do grupo 2, tendo relação elevada com RG, RI, MMG e ID e moderada com PH e IG. Os genótipos com um ciclo maior possuem mais tempo para retirar nutrientes do solo, produzir e alocar fotoassimilados nos grãos, principalmente no período da floração à maturação fisiológica, aumentando a sua massa e seu tamanho (BENIN et al., 2003; HARTWIG et al., 2007). Mas resultados opostos já foram encontrados (CAIERÃO et al., 2001) e segue a tendência para o melhoramento moderno, com a redução do ciclo, proporcionando melhor adequação dos sistemas de produção.

O segundo par canônico apresentou correlação (r) entre os grupos de 0,7226. O carácter ACAM do Grupo 1 evidenciou relação positiva elevada com MMG e moderada com IG e ID. Isso se deve a estes três componentes estarem presentes no dossel da planta, e com isso, se a planta tiver um peso elevado em seu dossel o acamamento é favorecido. O carácter ACAM porém revelou associações negativas elevadas com RG e RI e moderadas com PH. Isso em decorrência de uma maior perda durante os procedimentos de colheita, ou mesmo, da qualidade dos grãos em plantas nessa condição (PESKE et al., 2012).

O terceiro par canônico revelou correlação (r) entre os grupos de 0,5676. O carácter EST do Grupo 1 indicou relação positiva elevada com o carácter IG e moderada com RG e RI, essas associações também foram observadas por Hartwig (2006) e Maltzahn (2016). Estas pesquisas relatam que plantas maiores apresentam vantagens fisiológicas sobre as de menor estatura, principalmente na captação de luz solar e gás carbônico. A EST porém, apresentou relações negativas elevadas com PH, ID e MMG, isso devido, a relação entre a maior estatura de planta esteja associada com o acamamento, por isso atualmente os programas estão buscando genótipos com estatura menor (OLIVEIRA, 2011).

A estatura se mostrou um carácter importante de ser estudado, pois, como programas de melhoramento verificaram que a redução na estatura pode agregar além de menor acamamento, maior rendimento de grãos e qualidade de moagem (BARBOSA NETO et al., 2000).

Através de correlações canônicas é possível afirmar que o carácter morfológico dias da emergência a floração afeta positivamente os caracteres de rendimento, enquanto que, o caráter acamamento afeta negativamente os componentes de rendimento. O carácter estatura afetou moderadamente de maneira positiva alguns caracteres e elevada de maneira negativa outros caracteres de rendimento.

Referências:

BARBOSA NETO, J.F.; MATIELLO, R.R.; CARVALHO, F.I.F. de.; OLIVEIRA, J.M.S.; PEGORARO, D.G.; SCHNEIDER, F.; SORDI, M.E.B.; VACARO, E. Progresso genético no melhoramento da aveia-branca no sul do Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 35, n. 8, p. 1605–1612, 2000.

BENIN, G.; CARVALHO, F.I.F.; OLIVEIRA, A.C.; MARCHIORO, V.S.; LORENCETTI, C.; KUREK, A.J.; SILVA, J.A.G.; CARGNIN, A.; SIMIONI, D. Estimativas de correlações e coeficientes de trilha como critérios de seleção para rendimento de grãos em aveia. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 9, n. 1, p. 9-16, 2003.

CAIERÃO, E.; CARVALHO, F.I.F de.; PACHECO, M.T.; LORENCETTI, C.; MARCHIORO, V.S.; SILVA, J.A.G da. Seleção indireta em aveia para o incremento no rendimento de grãos.Santa Maria: Ciência Rural. v.31. n.2. p.231-236, 2001.

CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. V.5, n.6, p.1-140, 2018.

CRESTANI, M.; CARVALHO, F.I.F de.; OLIVEIRA, A.C. de.; SILVA, J.A.G da.; GUTKOSKI, L.C.; SARTORI, J.F.; BARBIERI, R.L.; BARETTA, D. Conteúdo de β‑glucana em cultivares de aveia branca cultivadas em diferentes ambientes, Pesquisa Agropecuária Brasileira. v.45, n.3, p.261-268, mar. 2010.

CRUZ, C.D.; Programa Genes: Estatística experimental e matrizes, Viçosa: UFV, 2006, 285p.

CRUZ, C.D.; REGAZZI, A.J.; CARNEIRO, P.C.S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. 2.ed. Viçosa: Ed. da UFV, 2012.

FDA FOOD LABELING. Health claims: oats and coronary disease. Federal Register, v.62, p.3583‑3601, 1997.

HARTWIG, I.; SILVA, J.A.G da.; CARVALHO, F.I.F de.; OLIVEIRA, A.C de.; BERTAN, I.; VALÉRIO, I.P.; SILVA, G.O da.; RIBEIRO, G.; FINATTO, T.; SILVEIRA, G da. Variabilidade fenotípica de caracteres adaptativos da aveia branca (Avena sativa L.) em cruzamentos dialélicos. Ciência Rural, UFSM, v. 37, p. 337-345, 2007.

HARTWIG, I.; CARVALHO, F.I.F de.; OLIVEIRA, A.C de.; SILVA, J.A.G da.; LORENCETTI, C.; BENIN, G.; VIEIRA, E.A.; BERTAN, I.; SILVA, G.O da.; VALÉRIO, I.P.; SCHMIDT, D.A.M. Correlações fenotípicas entre caracteres agronômicos de interesse em cruzamentos dialélicos de aveia branca. Revista Brasileira de Agrociência, UFPel, v. 12, p. 273-278, 2006.

HAWERROTH, M. C. Importância e dinâmica de caracteres na aveia produtora de grãos. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2014.

LÂNGARO, N. C.; CARVALHO, I. Q. DE; Comissão Brasileira de Pesquisa em aveia: Indicações técnicas para cultura da aveia, 1st ed, Passo Fundo: Editora UPF, 2014, 136p.

MALTZAHN L.E.; STULP, C.; CEOLIN, G.P.; ROTHER, V.; PEGORARO, C.; OLIVEIRA, A.C. Correlações Canônicas entre Caracteres Morfológicos e Componentes de Produção em aveia branca (Avena sativa L.). In: Congresso de Iniciação Cientifica UFPEL, 2016. Anais 2016 CIC.

OLIVEIRA, A.C.; CRESTANI, M.; CARVALHO, F.I.F.; SILVA, J.A.G.; VALERIO, I.P.; HARTWIG, I.; BENIN, G.; SCHMIDT, D.A.M.; BERTAN, I. Brisasul: a new high-yielding White oat cultivar with reduced lodging. Crop Breed. Appl. Biotechnol. (Online), Viçosa, v. 11, n. 4, p. 370-374, Dez. 2011.

PESKE, S; VILLELA, F; MENEGHELLO, G; Germinação, In: Sementes: Fundamentos científicos e tecnológicos. Pelotas: Ed. Universitária, 2012, p. 138-154.

RAMALHO, M.A.P.; SANTOS, J.B.; PINTO, C.A.B.P.; GONÇALVES, F.M.A.; SOUZA, J.C. Importância do estudo da genética. In: Genética na Agropecuária. Lavras: Ed. UFLA, 2012, p. 13-15.

UNITED STATES. United States Department of Agriculture. World Agricultural Production. n.2, 2017. Disponível em: <http://www.fas.usda.gov/data/grain-world-markets-and-trade>. Acesso em:12 dez. 2016.

Informações dos autores:  

¹ Estudante de agronomia, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Pelotas, RS;

2 Eng. Agr., Estudante de doutorado, UFPEL.;

3 Eng. Agr., Estudante de doutorado, UFPEL;

4 Eng. Agr., Doutor, Professor Dep. de Fitotecnia, UFPEL.

Disponível em: Anais do XXXVIII REUNIÃO DA COMISSÃO BRASILEIRA DE PESQUISA DE AVEIA, Ijui – RS, Brasil, 2018.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.