Destaques da semana Mais Soja

1032

A semana acabou pessoal, e nossa equipe reuniu o que foi destaque na semana que passou para você não perder nada.

Veja os cincos principais destaques da semana Mais Soja.


Pesquisa valida em fazendas o uso de inoculante associado à redução de adubação no milho

Ao menos três fazendas em Mato Grosso, mais o campo experimental da Embrapa Agrossilvipastoril, receberão nesta safra ensaios de validação do uso de inoculantes de Azospirillum na cultura do milho. O trabalho conduzido em parceria com a Aprosoja visa confirmar a possibilidade de redução da adubação nitrogenada sem prejuízo para a produtividade (Embrapa).

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.

 


Controle químico de tripes em soja

O ataque de tripes em soja causou grande preocupação na safra 2011/12 na região sul do Brasil. Ninfas e adultos do inseto raspam os folíolos, alimentando-se do conteúdo celular, levando a reduções no rendimento. Confia o trabalho do pesquisador Bruno Sari e colaboradores da UFSM.

Confira o trabalho na íntegra clicando aqui.


Redução de deriva de glifosato com adjuvantes a base de óleo essencial de laranja

Esta pesquisa teve por objetivo determinar o potencial risco de deriva de glifosato sem e com os adjuvantes a base de óleo essencial de laranja. Confira o trabalho da pesquisadora Lais Precipito e colaboradores.

Confira o trabalho clicando aqui.


Efeito residual do manejo do solo por combinações de mecanismos sulcadores

O objetivo foi analisar o efeito residual do manejo do solo (outono-inverno) por combinações de mecanismos sulcadores em semeadura cruzada, cultivo mínimo e sistema plantio direto, no estabelecimento populacional do consórcio de milho com U. brizantha semeada pela “Terceira Caixa” da semeadora-adubadora.

Confira o trabalho de André Shinkai e colaboradores clicando aqui.


Gostou das nossas sugestões? Comente e sugira melhorias para o Mais Soja ficar cada vez melhor. Envie suas contribuições para contato@maissoja.com.br.

Obrigado e boa semana a todos!

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.