Detalhamento dos custos de produção de soja no Mato Grosso, segundo Imea

332

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária o custo com as despesas de custeio da lavoura de soja na safra de 2015/16 é de R$ 1.958,21, custo 18% superior a safra 14/15. A previsão é de incremento de custos ainda para a safra 16/17 na ordem de 12%, passando as despesas com custeio para R$ 2.197,04 (Taxa de câmbio referente à safra 16/17: R$ 3,883/US$ e  produtividade considerada de 52,6 sc/ha).

Os principais itens responsáveis por este incremento são os defensivos e os fertilizantes, que terão um custo de R$ 834,74 e R$ 702,58 respectivamente. Dos defensivos o item com maior custo são os inseticidas (R$ 358,98), seguido por herbicidas (R$ 221,56) e fungicidas (R$ 210,87), com os adjuvantes apresentando um custo de R$ 43,33 por hectare cultivada com a cultura.

Os custos variáveis deverão somar R$ 2.544,82 na safra 15/16. Somados todos os custos a lavoura terá uma previsão de custo total de R$ 2.958,37 na safra 15/16, superior em 19,8% aos custos totais de produção da safra 14/15. Para a safra 16/17 a previsão de custos é de R$ 3.347,33 por hectare.

Com este incremento o ponto de equilibro (valor recebido pela saca de soja para que pague suas despesas de produção passará de R$ 48,00 para 54,00).

Confira abaixo o detalhamento dos custos apresentados pelo Imea no Boletim Semanal da Soja, nº 379 publicado em 13 de novembro de 2015.

  • Despesas de Custeio:

custos de custeio mato grosso novembro de 2015

  • Outras despesas (transporte, assistência técnica, impostos…):

custos de produção mato grosso outras despesas novembro de 2015

translate documentфинал лиги европы онлайнyandex продвижениеNo deposit bonusхарьков новости дтп

Texto originalmente publicado em:
Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA