Emater/RS avalia a situação atual do trigo no estado

326

              A cultura do trigo encontra-se nas fases de enchimento de grãos, maturação e início de colheita. O padrão das lavouras é regular e o clima atual extremamente desfavorável à cultura. As geadas e o excesso de chuvas dos últimos dias prejudicaram a lavoura, propiciando boas condições para a instalação de doenças fúngicas (septoria e giberela). As primeiras lavouras estão sendo colhidas nas regiões Fronteira Noroeste, Celeiro e Noroeste Colonial. Os grãos semeados no cedo se desenvolveram satisfatoriamente, e garantiram um produto de regular a boa qualidade. Na Fronteira Noroeste, os números iniciais apontam uma grande variação de produtividade, de 35 a 60 sacas por hectare. A qualidade pode ser considerada boa, pois as primeiras áreas colhidas apontam um pH em torno de 80, entretanto, com o retorno das precipitações não foi possível dar continuidade a operação de colheita, e o longo período de intensa umidade está comprometendo severamente a qualidade e a produtividade do produto. Há frustração entre os produtores.

            Em contrapartida, o mercado do trigo esta descolado do mercado internacional, em decorrência da escassez do produto no mercado interno e ao alto custo de importação puxado pela alta cotação do dólar. O mercado de lotes em Passo Fundo é negociado a R$ 700 a tonelada da safra 2014. Tudo indica que esse trigo de baixa qualidade (safra anterior), venha obter preço bom nas exportações devido ao câmbio favorecido. Preço na praça de Passo Fundo – R$ 33/sc. (Tipo 1 – classe pão). Na média geral do Estado, a saca de 60 kg ficou em R$ 31,75.

Fonte: EMATER/RS

котелок туристический чугунныйkorean toюридические консультации харьковраскрутка сайта бюджетбесплатная реклама в вк

Texto originalmente publicado em:
EMATER/RS
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA