Emater/RS divulga situação das culturas de Soja e de Feijão no Estado

176

Soja – Os produtores seguem intensificando, quando o tempo permite, o plantio da nova safra. Todavia, apesar da boa recuperação em relação à semana anterior, o atual percentual (20%) ainda não alcança a média de anos anteriores, ficando atrás em 17 pontos percentuais. Devido à boa umidade no solo, as sementes não encontram dificuldades para uma boa germinação, e as plântulas apresentam bom vigor inicial.

Slide1

Preço médio da saca de 60 kg – R$ 73,82.

Feijão 1ª Safra – Assim como ocorre com outras culturas de verão, a implantação da lavoura de feijão no Estado se encontra em atraso, dificultada pelas condições meteorológicas atuais, resultante de um El Niño forte. Até o momento, já foram plantadas cerca de 76% da área estimada. As lavouras de feijão semeadas após o período chuvoso (recentemente semeadas) apresentam ótimo desenvolvimento vegetativo; no entanto, as primeiras lavouras implantadas e que estão entrando em floração tiveram o rendimento comprometido pelo excesso de chuva que reduziu o porte, reduzindo a carga potencial de flores e a produção. Os Campos de Cima da Serra, uma das regiões mais expressivas em área do RS, ainda apresenta poucas lavouras semeadas, pois nessa região a semeadura ocorre normalmente após a colheita do trigo, ou seja, no período que corresponde ao final de novembro e dezembro.

Slide1

A comercialização do feijão se manteve estável na semana, com pequeno aumento na valoração da saca, subindo 0,35%, deixando o preço médio em R$ 113,18, 4,6% abaixo da média geral histórica (cinco anos).

Fonte: EMATER/RS

optionrally minimumлетние шины 235 55 r18оптимизация сайтов и интернет продвижениешлифовка половой доскиbinary

Texto originalmente publicado em:
EMATER/RS
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA