Expectativas de produção 15/16: canola estimativa de um aumento de 69,1% na produção

1005

        Mesmo com redução de área de 4,3% a produtividade será superior, devido a produtividade estimada de 90% em relação a safra anterior.

        A estimativa da safra da canola no Brasil é que haja uma produção de 61,4 mil toneladas, que apresenta um aumento de 69,1%, mesmo com a redução de 4,3% na área plantada. Tal fato é justificado pelo ganho na produtividade, a qual estima-se em 1.544 kg/ha, aumento de 90,1% em relação à safra 2013/14.

        No Rio Grande do Sul a lavoura de canola atualmente encontra-se na fase final do ciclo, mais especificamente no estádio de enchimento das síliquas e maturação. Em geral, as plantas apresentam uma menor quantidade de síliquas em relação às safras anteriores. Com a colheita iniciada, até o momento, as lavouras apresentaram produtividade normal sem relatos de produtividade excepcional nem baixas significativas.

       Segundo as empresas fomentadoras da cultura a semente disponível era suficiente para atender à demanda dos produtores, inclusive para o aumento da área. Porém, há relatos de sobra de semente devido à baixa procura. A justificativa é que o risco de que o cultivo não obtivesse êxito, principalmente por conta da maturação disforme das síliquas que acarreta perdas de rendimento.

       Com isso estima-se que a área cultivada com canola no Rio Grande do Sul é de 35 mil hectares, com produtividade média de 1.352 kg/ha. O preço da canola é o maior incentivo para o  produtor, uma vez que acompanha o preço da soja, ou seja, é mais que o dobro do preço do trigo. Além disso, o produto tem alta liquidez no mercado, haja vista que a maioria da  produção é comercializada antes mesmo do início da safra, junto à indústria de óleos. Ademais, a canola tem muita importância na rotação de culturas, pois possui um sistema radicular que facilita a aeração do solo, substituindo o nabo que também tem a característica de aeração do solo, porém sem valor comercial.

       No Paraná a área plantada com canola e a produtividade apresentam aumentos de 42,1% e 6,2%, respectivamente, fazendo com que a produção paranaense alcance 12,4 mil toneladas. Atualmente estima-se que 32% da área esteja colhida, com produtividade média de 1.525 kg/ha.

       Na tabela abaixo elaborada pela equipe da Conab o comparativo de área, produção e produtividade de Canola (Clique 2 x para melhor visualização).

canola

Fonte: Conab, Acomp. safra bras. grãos, v. 3 – Safra 2015/16, n. 1 – Primeiro Levantamento, Brasília, p. 1-140, outubro 2015.

miami real estate companiesкарбонараasian escort malaysiaшины летние hankook купить24option review 2013

Texto originalmente publicado em:
CONAB
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA