Exportações brasileiras de soja e farelo de soja aumentaram em maio

90

Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), o Brasil exportou 12.35 milhões de toneladas de soja grão em maio deste ano.

A média diária foi de 588.260 toneladas, um aumento de 20,4% em relação ao mês anterior e crescimento de 18,1% em relação ao embarcado por dia em maio do ano passado.

A greve dos caminhoneiros no final do mês passado prejudicou os embarques, que ficaram restritos aos estoques do grão nos portos. No entanto, a movimentação antes da greve já era grande, com a alta do dólar frente ao real.

No acumulado de janeiro a maio deste ano, o país exportou 35.81 milhões de toneladas de soja grão. O volume foi 3,1% maior que o registrado em igual período de 2017.

A estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é de que o país exporte 69 milhões de toneladas de soja grão neste ano, ou seja, pouco mais da metade (52%) do volume previsto foi embarcado até maio.

Com relação ao farelo de soja, também houve aumento nos embarques brasileiros. O volume totalizou 1.65 milhão de toneladas em maio, crescimento de 6,5% na comparação mensal e de 1,8% em relação a maio do ano passado.

Já no acumulado deste ano, as exportações de farelo aumentaram 12,7%, em volume.

A previsão é de que os volumes mensais embarcados de soja grão e farelo de soja diminuam daqui para frente gradualmente, mas ainda assim é esperada uma boa movimentação em junho, julho e agosto.

Além da boa disponibilidade interna, o dólar valorizado frente ao real deverá favorecer as exportações brasileiras.

Por fim, merece atenção a questão do tabelamento do frete rodoviário, que tem gerado grandes discussões na cadeia de grãos e “travado” os negócios pontualmente e poderá afetar o mercado em curto e médio prazos.

Fonte: Scot Consultoria

Texto originalmente publicado em:
SNA
Autor: Scot Consultoria

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.