Imea analisa a conjuntura do algodão no MT e sua situação nos EUA (em 01/12/2015)

200

A colheita de algodão nos EUA ainda tem dificuldades. Segundo o último relatório do USDA, ela está em 70%, 12 p.p. atrasada na média dos últimos cinco anos, devido às chuvas no Texas, causando uma sutil elevação na ICE na última semana, mas sem força para mostrar uma tendência, pois, a oferta de pluma do país não foi afetada. Ainda segundo o USDA, o beneficiamento da safra está em 43%, dentro do cronograma para o período do ano, e a pluma analisada não mostrou problemas na qualidade. Assim, mesmo com a baixa quantidade de pluma negociada, o fato de o beneficiamento dos EUA avançar dentro do programado colabora para o fechamento da “janela” de exportação brasileira, que pode aproveitar os próximos meses para embarcar o restante da pluma considerada “exportável”. Ademais, novos “repiques positivos” podem ocorrer logo na ICE, pois, o atraso na colheita ainda pode afetar a pluma nos campos.

Algumas considerações do Imea:

  • Ainda se comportando em queda pela pouca demanda interna e externa, o preço para a pluma em MT fechou a semana em R$ 68,45/@.
  • Em uma semana de alta volatilidade, o contrato na ICE de dez-15 fechou praticamente estável ante a última semana, elevando-se em 0,69%.
  • As paridades de exportação para dez/15 e jul/16 diminuíram mais de 1%, influenciadas pelo dólar e pela demanda externa, representada no basis.
  • Com queda nos preços e fretes mantidos constantes em relação à semana passada, a relação frete/pluma aumentou 0,71 p.p., ficando em 8,01%.

A liquidez dos negócios de pluma está baixa em novembro no Estado, repetindo o que se viu em 2014. Isso vem ocorrendo, pois, as expectativas em relação às demandas, tanto interna quanto externa, preocupam, tornando os negócios menos fluídos, e contribuindo para basis (prêmios de exportação) menores. Além disso, o basis para dez/15 também foi influenciado pelo fato de que há no momento um bom volume estocado pelas tradings, após boa parte das entregas da safra terem sido realizadas. Assim, houve retração no basis dos dois principais contratos. Para dez/15, o basis, que já foi cotado a cents de US$ 3,17/lp, e jul/16, outrora cotado a cents de US$ 2,75/lb, caíram 42% e 31%, respectivamente, desde então. Porém, para o início de 2016, espera-se um retorno das indústrias têxteis brasileiras ao mercado, como costuma ocorrer neste período do ano, embora mais tímido do que nos últimos anos, mas que pode absorver certa fatia do restante da pluma 14/15.

Abaixo tabela com os preços da pluma do algodão no Mato Grosso:

preço-pluma-algodão

Para o boletim completo do Imea, clique aqui.

Fonte: Imea

купитьсмартфон в металлическом корпусеstockpair withdrawalпростые рецепты для блендера24option

Texto originalmente publicado em:
Imea
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA