Imea divulga a conjuntura do Algodão no MT, com queda no valor da pluma (08/12/2015)

213

Ao final de novembro, a comercialização de pluma em MT chegou a 83,3% das 939,9 mil toneladas produzidas na safra 14/15. Durante o mês, 13 mil toneladas foram negociadas, com preço médio de R$ 69,66/@, 2,7% inferior ao preço médio de outubro. Neste contexto, destacam-se dois fatos: novembro teve a segunda menor liquidez mensal da safra, e o preço médio mensal caiu após cinco meses de subidas consecutivas. Porém, essa baixa no preço médio não surpreendeu, pois há algumas semanas já eram vistas quedas nos preços da pluma em MT, causadas pela proximidade do final do beneficiamento, a menor demanda e a retração do câmbio. Se este não voltar a subir, tal viés de retração poderá se tornar tendência, já que para o início de 2016 espera-se uma movimentação das indústrias brasileiras mais tímida do que o comum para a época do ano, e o mercado externo começa a se mostrar bem abastecido pela pluma dos EUA.

Algumas inferências do Instituto:

  • Fechando no valor médio de R$ 67,98/@, a pluma continua em queda por mais uma semana consecutiva, 0,67% menor que a da semana passada.
  • As paridades de exportação para jul/16 elevou-se em torno dos 4%, fechando a semana em R$ 81,36/@, em razão da alta do basis e do dólar.
  • Com as recentes instabilidades políticas no Brasil e os novos dados de emprego dos EUA, o dólar apresentou movimento de alta esta semana, e fechou a R$ 3,85/US$, 2,32% maior que na semana passada.
  • A relação insumo/algodão para jul/16 caiu 3,88%, em razão do aumento da paridade para este período.

O mês de novembro foi marcado pela menor liquidez vista até agora na safra 15/16 em MT. Com 6,5 mil toneladas de pluma negociadas no período, a comercialização total está agora em 37,8%. Os fatores que causaram este enfraquecimento nas negociações são bem semelhantes aos que atingiram a liquidez neste mês na safra 14/15, como queda cambial e a menor disposição em negociar. Contudo, a safra 15/16 possui mais um vetor para essa desaceleração, a alta liquidez vista há alguns meses. Em julho, a sua comercialização já estava em 24,1%, um adiantamento nunca antes visto. Este avanço foi causado pelos altos patamares de preço que os negócios foram fechados, possibilitando margens positivas, mesmo com a estimativa do maior ponto de equilíbrio da história. Agora, com boa parte da receita da safra 15/16 garantida de forma antecipada, nos próximos meses o foco pode ser voltado à conclusão das vendas da safra 14/15.

Abaixo o gráfico nos traz  a evolução da comercialização em porcentagem (%) e comparação dos preços médios ponderados com os pontos de equilíbrio (R$/@) da pluma de algodão no MT:

Comercialização_de_pluma_algodão_MT

O boletim completo do Imea pode ser acessado aqui.

Fonte: Imea

inbinarybest escortхороший адвокат харьковноутбуки 2016 года

Texto originalmente publicado em:
Imea
Autor:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA