Influência de formas e épocas de aplicação de calcário e gesso agrícola no desenvolvimento radicular da cultura do milho

7484

O objetivo com este trabalho foi avaliar o desenvolvimento radicular da cultura do milho de acordo com diferentes formas e épocas de aplicação de calagem e/ou gessagem.

Autores: Raimundo Laerton de Lima LEITE(1); Gelza Carliane Marques TEIXEIRA(2); Dheime Ribeiro de MIRANDA(3); Marcos Antonio Pereira dos SANTOS(4)

Trabalho publicado nos Anais do evento e divulgado com a autorização dos autores.

 Introdução

A produção agrícola nacional ainda é bastante limitada por condições climáticas, fertilidade e principalmente pela acidez dos solos agricultáveis. O excesso na acidez das camadas sub e superficiais em decorrência da toxidez por alumínio (Al) e manganês (Mn), baixos níveis de saturação de bases e baixos teores de cátions de caráter básico, como o cálcio (Ca) e magnésio (Mg), tem proporcionado condições desfavoráveis à produtividade de diversas culturas, por causar danos ao sistema radicular das plantas e afetar a absorção de nutrientes essenciais.

O incremento nos índices de produção pode ser obtido atenuando ou eliminando os efeitos negativos da acidez do solo, com o uso de calagem e gessagem, que combinados podem corrigir a acidez e melhorar o ambiente radicular em profundidade.

O objetivo com este trabalho foi avaliar o desenvolvimento radicular da cultura do milho de acordo com diferentes formas e épocas de aplicação de calagem e/ou gessagem.

Material e Métodos

O experimento foi instalado em um Neossolo Quartzarênico Órtico típico. Os tratamentos consistiram na aplicação de duas fontes de insumos (calcário e gesso agrícola), duas formas de aplicação (superfície e incorporado), aplicados aos 30 e 45 dias antes da semeadura (DAS) e o tratamento controle.

O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados (DBC), com quatro repetições, totalizando 44 parcelas com área útil de 633,6 m2 cada. O desenvolvimento radicular foi analisado a partir da abertura de trincheiras (100×40 cm) com parede vertical a 5 cm da planta.

Foi realizada uma análise qualitativa do volume de solo explorado pelas raízes com o uso de um grid graduado, formando uma malha quadriculada (5x5cm). As imagens do sistema radicular foram registradas com auxílio de uma câmera fotográfica digital, para posterior análise e elaboração dos gráficos.

Resultados e Discussão 

A forma e época de aplicação influenciaram na eficiência da utilização dos insumos agrícolas. O sistema radicular das plantas se distribuiu de maneira irregular, estando limitada à camada de 0-25 cm do solo.

Os tratamentos com aplicação de calcário e gesso, apresentaram aumento no volume de solo explorado, resultando em uma maior superfície de contato entre as raízes e o solo.

A forma de aplicação promoveu significativo incremento no desenvolvimento do sistema radicular das plantas, potencialmente as que tiveram a utilização de calcário, considerando a baixa solubilidade do carbonato (CO3) no solo. A incorporação contribuiu para a eficiência da aplicação dos insumos.

Conclusões

O cultivo de milho com aplicação de gesso agrícola aos 30 dias e calcário aos 45 DAS apresentou a melhor resposta na análise qualitativa da distribuição do sistema radicular.

Quando realizada de forma isolada, a aplicação de calcário incorporado obteve melhor desempenho.

Palavras-chave: raiz, calagem, gessagem

Apoio financeiro: IFTO.

Informações do autores:     

(1)Professor; Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Araguatins, TO;

(2)Estudante de mestrado; UNESP, Jaboticabal, SP;

(3)Estudante de mestrado; UFT, Araguaína, TO;

(4)Graduado em Agronomia; IFTO, Araguatins, TO;

Disponível em: Anais do XXXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, Belém – PA, Brasil,2017.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA