Instituto CNA faz diagnóstico para plataforma de defensivos

370

Técnicos do Instituto CNA, Ministério da Agricultura, Ibama, Anvisa, Abrapa, Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) se reuniram na quarta (6) para dar continuidade à elaboração do projeto de desenvolvimento do sistema integrado de registro de agrotóxicos – SIA.

A plataforma possibilitará a integração entre o Ibama, Anvisa e Mapa, órgãos responsáveis pelo registro desses produtos, aumentando a eficiência e a agilidade do processo. Atualmente, não existe prazo determinado para o registro de defensivos agrícolas no Brasil, e o interessado tem que procurar os três órgãos para registrar o seu produto. Além disso, o projeto irá ensejar o compartilhamento da experiência Brasileira nessa área com países da América Latina.

O Instituto CNA atuou no diagnóstico dos atuais sistemas existentes nos três órgãos, e está elaborando os pré-requisitos para o desenvolvimento do Sistema Integrado.

“Entrevistamos técnicos das áreas técnicas e de Tecnologia da Informação dos três órgãos para verificar a atual situação dos sistemas existentes. A partir disso, os profissionais envolvidos no projeto estão definindo como o sistema deve ser desenvolvido”, pontuou o coordenador técnico do Instituto CNA, Carlos Frederico Ribeiro.

Após a elaboração do projeto, o PNUD será a entidade que fará a gestão financeira para a execução do projeto.

Fonte: CNA

Texto originalmente publicado em:
CNA
Autor: Assessoria de Comunicação CNA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.