Redução foi de até 1,5 ponto percentual para temporada 2018/19

A redução de 1,5 ponto percentual nos empréstimos de custeio para médios e grandes produtores foi a principal novidade do Plano Safra 2018/19 da agricultura empresarial. As taxas caíram de 7,5 para 6% para os médios e de 8,5 para 7% para os demais. Os juros para a compra de máquinas pelo Moderfrota foram reduzidos de 10,5 para 9,5% para os grandes e mantidos em 7,5% para os médios produtores. O valor total da verba para a próxima temporada foi fixado em R$ 194 bilhões. Os detalhes do novo Plano Safra foram apresentados durante cerimônia, em Brasília, no dia 6 de junho, pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e pelo presidente Michel Temer.

O Ministério da Agricultura anunciou a possibilidade de contratação de financiamentos com juros pós-fixados para empréstimos com prazos superiores a 12 meses. Nessa modalidade, o interesse pela linha de crédito deve partir do produtor.

Juros de custeio caíram, mas ainda ficaram bem superiores à inflação, que está abaixo de 3%

Plano Safra 2018/19

Valor total

194,3 bilhões

Juros custeio

Médios produtores – 6%

Demais produtores – 7%

Juros investimentos

De 7,5 a 9%

Apoio à comercialização

R$ 2,6 bilhões

Seguro rural

R$ 600 milhões

Piscicultura

Juros de 7%

Limite: R$ 200 mil por produtor

Fonte: CVale

Texto originalmente publicado em:
CVale
Autor: CVale

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.