Após recuarem por quase três meses consecutivos, os preços do milho subiram nos últimos dias em algumas praças acompanhadas pelo Cepea. O impulso vem da retração de vendedores, sobretudo em regiões consumidoras, como São Paulo e Santa Catarina. Segundo colaboradores do Cepea, produtores se afastaram do mercado, na expectativa de preços maiores nas próximas semanas, período de entressafra nacional. Na região de Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa subiu 5% entre 1º e 9 de novembro, fechando a R$ 35,98/saca de 60 kg na sexta-feira, 9.

Já nas praças ofertantes, as cotações do milho seguiram em queda, influenciadas pelo clima favorável e pelo bom desenvolvimento da safra verão, cenário que mantém a perspectiva de oferta elevada para os próximos meses. Além disso, produtores dessas regiões ainda têm grandes estoques e tentam liberar espaços nos armazéns. Em Passo Fundo (RS), os preços caíram 4,7%, a R$ 36,32/sc no dia 9.



Fonte: Cepea

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.