O Cepea tem verificado que os preços passaram a registrar movimentos distintos dentre as regiões acompanhadas, refletindo oferta e demanda regionais. No Paraná e no Centro-Oeste, por exemplo, a colheita segue firme, pressionando os valores do milho.

Já na região Sudeste, as atividades de campo ainda estão lentas e, com isso, em São Paulo, importante praça consumidora, os preços têm subido em alguns dias. Em Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa avançou 1,33% entre 6 e 13 de julho, fechando a R$ 36,70/sc de 60 kg na sexta-feira, 13. No contexto geral, no entanto, o que se observa é o produtor limitando a disponibilidade do cereal e o comprador retraído, à espera de novas baixas com o avanço da colheita.


Quer aumentar o rendimento da sua lavoura? Acesse nosso curso e atualize-se!


 Fonte: Cepea

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: Cepea

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.