Nidera destaca crescimento nos negócios e novidades para a região Sul do Brasil

3007

A participação da Nidera Sementes, empresa holandesa com significativa presença no Brasil, na Expodireto Cotrijal 2018, marcou um novo momento da companhia, com o início da fusão com a Syngenta e o crescimento dos negócios na região Sul do Brasil.

No País há mais de cinco décadas, a Nidera Sementes oferece um pacote de soluções, com excelente genética, para as culturas de soja e milho de forma a atender as necessidades de cada produtor, sempre agregando em produtividade. No último ano, essa parceria ficou clara no crescimento das vendas totais da companhia – 6% em soja e 28% em milho –, o que lhe rendeu o segundo lugar no mercado de sementes, com 18% de market share.

De acordo com o diretor Comercial Sul, Rafael Carmona, a plataforma de desenvolvimento tecnológico da Nidera Sementes, associada a da Syngenta, pode trazer significativo avanço de produtividade, e, consequentemente, de lucratividade para os produtores brasileiros. “Quando enfatizamos apenas a região Sul, temos bons resultados com os cultivares de soja NS 5909, NS 5959 IPRO e NS 6909 IPRO. Esta última, por exemplo, fechou com produtividade média superior a 78 sacos por hectares na safra 2016/2017”, afirma o executivo.

A novidade deste ano foi o cultivar de soja NS 6601 IPRO. “Fizemos o lançamento da semente em 2017, com mais de 12 mil sacos comercializados. O sucesso deve-se principalmente por ele manter a alta produtividade nos mais diversos ambientes, desde o Rio Grande do Sul até o sul de Mato Grosso do Sul, com excelente resistência ao complexo de doenças da soja. Além disso, observamos importante tolerância ao stress hídrico no estado gaúcho, o que colaborou muito com a lucratividade do produtor rural”, ressalta o diretor. A expectativa, agora, é chegar a um volume de venda de mais de 100 mil sacos nesta safra. “A semente estará disponível tanto na Nidera quanto nos parceiros do licenciamento especial, dentre eles a Sementes Ross, a Sementes Costa Beber e a Sementes Cambaí”, explica Carmona.

Sobre a Nidera

Fundada em 1920, na Holanda, a Nidera teve seu nome escolhido com base nas iniciais dos países em que realizavam negócios: Nederlands (Holanda), Índia, Deutschland (Alemanha), England (Inglaterra), Rússia e Argentina. Sua ampliação começou na década de 1930 e hoje está presente em mais de 20 países. No Brasil desde 1950, começou a crescer uma década depois quando estabeleceu seu primeiro escritório no país. Em 1980 adquiriu as operações da Brasil Óleo de Mamona (BOM); em 2005 comprou as operações de sementes de uma multinacional, dando origem à Nidera Sementes; em 2008 investiu em sua unidade de negócios para originação e comercialização de grãos e sementes oleaginosas, chamada Nidera Brasil Grain and Oil (BG&O); fechando a cadeia produtiva, em 2010, com uma nova unidade de negócios focada em Nutrientes e Proteção de Cultivos, a Nidera NPC.

Em abril de 2017, a Nidera tornou-se oficialmente membro da COFCO International, a nova empresa global que surge da conjunção de forças entre Nidera e COFCO Agri. A COFCO International representa o nascimento de uma plataforma integrada mundial sendo um marco para empresa. Em 2018 sua jornada foi ampliada e o negócio de sementes de milho e soja foi adquirido pela empresa Syngenta, iniciando uma nova história com maior alcance global.

Fonte: Assessoria de imprensa Nidera

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA