Normas técnicas impactam setor de máquinas e implementos agrícolas. Conheça 12 delas

288

O agronegócio é há muitas décadas um dos setores econômicos mais importantes do Brasil, visto o registro de crescimento da participação no PIB nos últimos anos e que tem relevante contribuição para o superávit da balança comercial. E as exportações brasileiras envolvendo o agronegócio também têm mostrando crescimento em relação aos anos anteriores.

A mecanização da agricultura vai ao encontro deste crescimento, incorporando cada vez mais tecnologia às máquinas e equipamentos. E, para que seja assegurada a interoperabilidade das máquinas e implementos, tanto no Brasil quanto no exterior, é fundamental que seja promovida a padronização dimensional e estrutural. Quem promove a normatização do setor no Brasil é o ABNT/CB-203 (Comitê Brasileiro de Tratores, Máquinas Agrícolas e Florestais) ligado à Associação Brasileira de Normas Técnicas

De acordo com o chefe da Secretaria ABNT/CB-203, Leoni de Souza Leite,  as normatizações são responsáveis pela elaboração e gestão das normas técnicas aplicáveis ao setor de Tratores, Máquinas Agrícolas e Florestais, englobando normas referentes à segurança, desempenho e sustentabilidade de máquinas, equipamentos, sistemas e acessórios utilizados na agricultura e silvicultura, bem como jardinagem, paisagismo, irrigação e outras áreas correlatas, como a identificação de animais por rádio frequência.

Confira 12 nas normais para o segmento agrícola:

1- ABNT NBR ISO/TS 28924:2016 – Máquinas agrícolas – Proteções para partes móveis de transmissão de potência – Abertura da proteção sem ferramenta;

2- ABNT NBR ISO 5674:2017 – Tratores e máquinas agrícolas e florestais — Proteções para eixos de transmissão da tomada de potência (TDP) — Ensaios de resistência e desgaste e critérios de aceitação;

3- ABNT NBR ISO 8210:2016 – Equipamentos para colheita — Colhedoras de grãos — Procedimento de ensaio;

4- ABNT NBR ISO 7914:2016 – Máquinas florestais — Motosserras portáteis — Espaçamentos e tamanhos mínimos da empunhadura;

5- ABNT NBR ISO 15077:2016 – Tratores e máquinas agrícolas autopropelidas – Controles do operador – Forças de acionamento, deslocamento, localização e método de operação;

6- ABNT NBR ISO 5697:2016 – Veículos agrícolas e florestais — Determinação do desempenho de frenagem;

7- ABNT NBR ISO 5700:2015 – Estruturas de proteção na capotagem (EPC) – Método de ensaio estático e condições de aceitação;

8- ABNT NBR ISO 8082-1:2016 – Máquinas florestais autopropelidas – Ensaios de laboratório e requisitos de desempenho para estruturas de proteção na capotagem. Parte 1: Máquinas gerais;

9– ABNT NBR ISO 11783-6: 2017 – Tratores e máquinas agrícolas e florestais – Rede serial para comunicação de dados e controle, Parte 6: Terminal virtual;

10- ABNT NBR ISO 17962:2017 – Máquinas agrícolas – Equipamento para semeadura – Minimização dos efeitos ambientais de exaustão do ventilador de sistemas pneumáticos;

11- ABNT NBR ISO 18471:2017 – Equipamentos de irrigação agrícola – Filtros – Verificação do grau de filtragem;

12- ABNT NBR ISO 14223-2:2016 – Identificação de animais por radiofrequência – Transponders avançados. Parte 2: Código e estrutura de comando.

Fonte: Agrishow Digital, o canal de conteúdo digital da Agrishow.

Confira tudo sobre o Agrishow 2018 clicando aqui.

logo Agrishow

Texto originalmente publicado em:
Agrishow Digital
Autor: Autor: Redação Agrishow

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.