Perspectivas econômicas do milho safra 18/19 na Argentina

0
338

Devido a vários fatores internos e externos, as perspectivas para o cultivo do milho para a  safra 2018/19 apresentam uma situação de maior incerteza do que a anterior.

No mercado internacional o clima favorece o desenvolvimento normal do cereal nos EUA, mas a situação do comércio internacional apresenta alterações devido ao aumento nas tarifas entre o USA e da China, que ameaçam a se espalhar para outros países da União Europeia. Isso causa barreiras, o que tende a diminuir os preços dos produtos, especialmente commodities.

Dentro de uma tendência crescente das variáveis ​​oferta e demanda, nos últimos cinco anos, desde 2012/13, houve um aumento significativo da oferta excedente em três safras, o que elevou os estoques finais e também a relação estoque / consumo. Na última safra 17/18 houve um déficit de oferta que melhorou a situação econômica do cereal, isso também é visto nas primeiras estimativas da safra futura.

Tanto na safra passada como na projeção 2018/19, observa-se uma queda no índice, o que nos permite esperar uma base positiva para o preço internacional caso a situação climática, financeira e comercial global se mantenha estável. Levando em conta que a área semeada com milho está vinculada à evolução da relação preço com a soja.


Você conhece os sistemas e a classificação das colhedoras? Sabe quais as regulagens básicas? Saiba Mais


 

Considerando a situação econômica favorável esperada do milho e, levando em conta a contribuição agronômica do cereal nos esquemas agrícolas, o INTA Argentina divulgou um relatório tem como objetivo avaliar a situação econômica para a nova safra e analisar como os indicadores são modificados.

O relatório conclui que:

  • No momento as projeções do mercado mundial de milho para a safra 18/19 mostram que, se as condições econômicas e climáticas normais forem mantidas (ano “Neutro”), o equilíbrio entre a alta oferta e o consumo crescente (forragens e bioetanol) manteria, no médio prazo, um preço internacional semelhante ao atual.
  • A situação interna do preço do milho apresenta alguma incerteza diante do efeito de conjuntura internacional de preços em baixa (devido a disputa comercial EUA / China e valorização do dólar a nível internacional).
  • Deve ser mantido a um adequado nível tecnológico , uma vez que esta cultura tem boa resposta produtiva com condições climáticas favoráveis, o que se traduz em resultados econômicos para a cadeia.
  • Tendo em conta o efeito positivo do milho no balanço de nutrientes em conjunto com o eficiente resultado econômico, deve-se considerar os benefícios  da rotações com cereais, tanto na sua utilização na primeira como na segunda semeadura, o que permite sustentabilidade da propriedade no longo prazo.

Confira o relatório completo aqui

Fonte: Inta Argentina

Texto originalmente publicado em:
INTA Argentina
Autor: Carlos Alberto GHIDA DAZA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.