Peso de mil grãos da soja com o uso de sementes enriquecidas e tratadas com Cobalto e Molibdênio

189

O objetivo deste trabalho foi verificar se sementes enriquecidas com Co e Mo aumentam o peso de mil grãos (PMG) da soja.

Autores:  ZANETTI, J. S.; CORTESE, D.; PERETTI, J. P.; WALTER, J. B.; GRAF, L. S.; PIEROZAN JUNIOR, C.

Trabalho disponível nos Anais do Evento e publicado com o consentimento dos autores.

RESUMO

Sementes de soja enriquecidas com cobalto (Co) e o molibdênio (Mo) podem aumentar a eficiência do processo bioquímico da fixação biológica de nitrogênio (FBN). Sabe-se que plantas de soja com alta FBN, estão melhor nutridas, tem maior capacidade fotossintética e assim, podem produzir grãos mais pesados.

O objetivo deste trabalho foi verificar se sementes enriquecidas com Co e Mo aumentam o peso de mil grãos (PMG) da soja. A semeadura foi realizada no dia 6/11/17, em plantio direto, com sementes enriquecidas da cultivar Pioneer 95Y21, população de 445.000 plantas ha-1, e espaçamento de 0,45 m entre linhas. A adubação de base foi de 7, 98 e 70 kg ha-1 de N, P2O5 e K2O, respectivamente. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com 4 repetições e 10 tratamentos.

Cada tratamento era constituído por sementes com diferentes teores de Co e Mo (respectivamente, mg de Co e Mo kg-1 de sementes):

(T1) 1,4 e 13,5;

(T2) 1,4 e 9;

(T3) 1,1 e 6,7;

(T4) 1,3 e 10,1;

(T5) 1,3 e 12,1;

(T6) 1,2 e 3,9;

(T7) 0,9 e 1;

(T8) 1 e 1; (T9) 0,9 e 1;

(T10) 0,9 e 1 + Co e Mo aplicados na semente na dose de 3,5 e 35 g ha-1.

A soja foi colhida em R8. O PMG foi padronizado a 13% de umidade. Os resultados foram submetidos a análise de variância (teste F Pr>F 5% de probabilidade) e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Para o PMG não houve diferença significativa entre os tratamentos.

As médias dos tratamentos T1, T2 até o T10, foram de 194, 195, 193, 197, 190, 192, 195, 191, 193, 193 g, respectivamente. A ausência de diferenças para o PMG entre sementes enriquecidas, sementes tratadas e sementes sem enriquecimento ou tratamento, pode ser devido ao solo do local, onde a fertilidade é alta e mantida nos níveis adequados, e ao elevado teor de matéria orgânica do local de 4,0%.

Concluímos que sementes enriquecidas com Co e Mo, não aumentam o PMG da soja em solo com elevada fertilidade e elevado teor de matéria orgânica.

Palavras-chave: Glycine max, tratamento de sementes, micronutrientes.

Informações do autores:     

IFPR- Campus Palmas, Paraná, Brasil

Disponível em: Anais do  XX Congresso Brasileiro de Sementes, Foz do Iguaçu, PR, Brasil, 2017.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA