Secretaria de Agricultura e Fundepag apresentam o Agrifutura, evento para aproximar o setor produtivo da inovação tecnológica

79

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag) apresentaram nesta sexta-feira (24), o Agrifutura, evento que visa aproximar o setor agropecuário da inovação tecnológica, que será realizado nos dias 3 e 4 de março de 2018, no Instituto Biológico, na capital paulista.

A proposta do Agrifutura é promover um espaço de exposições e palestras e um hackaton para auxiliar o produtor nas etapas de decisão, diagnóstico e operação das atividades. “O Agrifutura é um evento que se fortalece por ser a convergência de diferentes iniciativas para alavancar o conhecimento e a disseminação de tecnologias ao setor produtivo. O governador Geraldo Alckmin tem profundo entusiasmo pelas iniciativas que estão sendo desenvolvidas para incorporar a inovação”, disse.

De acordo com o titular da Pasta, o setor agropecuário é dinâmico e acolhe a inovação e as startups que promovem esse desenvolvimento. “Além das estruturas de pesquisa e defesa agropecuária, a Secretaria tem a particularidade de ter um grande braço de extensão rural e assistência técnica, o que nos dá a oportunidade de definir como incorporar e propagar esse conhecimento ao nosso produtor rural”, afirmou Arnaldo Jardim, destacando o apoio dos diferentes elos da cadeia produtiva à iniciativa.

“Queremos apoiar essa iniciativa, que levará ao setor produtivo todo os avanços tecnológicos, em porl do desenvolvimento da agropecuária paulista, reforçou Átila Bankuti, gerente de Negócios da Fundepag.

“Estamos à disposição para fazer a interligação da tecnologia com o produtor”, afirmou o titular da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) da Pasta, João Brunelli Junior.

Para promover a integração entre a produção e a pesquisa agropecuária paulista, o Agrifutura irá possibilitar a troca de informações sobre os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) dos institutos de pesquisa paulista. “Os NITs são o elo de conversação com o setor para propor e discutir projetos conjuntos de pesquisa. Temos um arcabouço jurídico importantíssimo para a relação entre institutos da pesquisa, setor privado e outras instituições”, explicou o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Orlando Melo de Castro.

“O Agrifutura proporcionará a interação com pessoas que estão querendo montar seu próprio negócio e como os institutos de pesquisa podem participar e ajudar. O momento é oportuno para discutir o avanço do agronegócio paulista e brasileiro”, disse o coordenador da Apta.

Com o objetivo de integrar os órgãos públicos das esferas federal, estadual e municipal e a sociedade civil, representada pelo mercado, startups e órgãos de fomento, o Agrifutura espera reunir cinco mil pessoas no Instituto Biológico para uma verdadeira imersão na tecnologia, por meio de exposições, palestras rápidas e apresentação dos trabalhos realizados pelas instituições de pesquisa.

“O eventoé uma mostra, um encontro de conhecimentos que nasceu para ser um evento mas está se tornando um movimento de incentivo à inovação tecnológica no agronegócio”, explicou o coordenador do evento Carlos Henrique Paes de Barros.

Voltados a um público diverso que inclui produtores proprietários, empreendedores, atacadistas e varejistas, pesquisadores, a mostra contará com a participação de 24 startups, exposição de 19 empresas, 20 palestras sobre temas. Além disso, será realizado um hackaton, no qual dez equipes formadas por seis pessoas poderão solucionar desafios lançados pelos próprios produtores.   A expectativa é reunir cinco mil visitantes nos dois dias do evento.

O Agrifutura será realizado em parceria com grandes empresas, entidades e organizações do setor agropecuário, como John Deere, Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus), Embrapa Informática Agropecuária, Sociedade Rural Brasileira e apoio da Associação Brasileira de Internet (Abranet), Associação Brasileira de Startups (ABStartups) e Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP).

Mais informações podem ser acessadas no site oficial do evento.

Autora: Paloma Minke

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo

Texto originalmente publicado em:
Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo
Autor: Paloma Minke

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA