Soja 18/19: consumo será maior que a produção, segundo USDA

39

De acordo com projeções feitas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deve haver um crescimento na demanda por oleaginosas em geral. O esperado para a temporada de 2018/19 é de que o consumo supere a produção.

Para o próximo ciclo, a Argentina deverá produzir mais soja em comparação a temporada passada e os Estados Unidos menos, mas o balanço aponta para uma oferta ligeiramente superior ao cliclo 17/18.

Ainda conforme informou o USDA se espera uma alta na demanda global da soja, reduzindo os estoques finais. A China continua sendo o principal destino da oleaginosa e deve liderar o aumento da demanda, projetando-se uma importação superior a 100.000.000 de toneladas pelos Chineses.

No último informativo de oferta e demanda divulgado na último dia 10, o departamento estimou os estoques finais de soja globais da safra 2018/19 em 86,7 milhões de toneladas, contra o número 2017/18 de 92,16 milhões de toneladas. O USDA diz que apesar de uma alta esperada de 4% na produção mundial de soja, a relação estoque x uso cairá ligeiramente, mas ainda assim irá se manter em um nível saudável.

A projeção é de que o Brasil continue liderando as exportações de soja. As vendas brasileiras estão estimadas pelo USDA em 72,3 milhões de toneladas, enquanto a estimativa para as norte-americanas são de pouco mais de 62 milhões.

Redação: Equipe Mais Soja com informações do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA