O fungicida é indicado para combate da ramulária, considerada uma das principais doenças do algodoeiro no país.

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) serão colhidos no Brasil quase 2 milhões de toneladas de algodão em pluma (1.964.700 ton, no total) a mais do que na última safra, um recorde para o Brasil, representando um aumento de 28,5% em relação à última colheita. Diante deste cenário promissor, a Bayer lança o fungicida Fox® Xpro, uma mistura tripla com formulação inovadora de alta performance no cambate aos fungos causadores da ramulária.

De acordo com Marcos Dallagnese, gerente de Fungicidas da Bayer, esta inovação chega para reforçar o portfólio da Bayer e consolidar a liderança no mercado de fungicidas, além de disponibilizar aos produtores brasileiros uma nova ferramenta com três sítios de ação e três princípios ativos eficazes, preservando a sustentabilidade do manejo fitossanitário. “O Fox® Xpro faz parte do plano de investimentos da Bayer na agricultura brasileira, e será mais uma ferramenta indispensável na proteção das lavouras, ajudando o produtor a aumentar sua produtividade de maneira sustentável. O algodão será a primeira cultura para a qual lançaremos o produto, onde unimos tecnologia e confiança para reforçar nosso compromisso com a cotonicultura. Fox® Xpro traz otimização e flexibilidade para o manejo inteligente das doenças do algodão”.


Inscreva-se no Consoja e não perca oportunidade de adquirir e compartilhar conhecimentos! Se você é da área acadêmica,  submeta seu trabalho!


Nos últimos anos, o combate a doenças tem se tornado mais difícil de controlar devido à resistência apresentada por certos fungos. Segundo informações da Embrapa, a ramulária é considerada hoje a principal doença do algodoeiro no Brasil. Em condições como a do Cerrado, onde se concentra mais de 90% da produção nacional, o patógeno encontra o ambiente favorável para se desenvolver. “É importante que as aplicações sejam bem planejadas, seguindo a recomendação agronômica e utilizando uma estratégia de manejo sustentável, do ponto de vista ambiental, social e econômico. Um ponto importante na formulação de Fox® Xpro é que ele combina diferentes ingredientes ativos eficazes, o que ajuda no gerenciamento de resistência”, diz.

Investimento – A Bayer está investindo neste produto há muitos anos. Toda molécula que a empresa pesquisa passa por um processo bastante criterioso até se transformar em projeto e depois em um produto. “A aprovação do novo produto é o primeiro passo para iniciarmos o planejamento de comercialização no Brasil. O Fox® continua sendo nosso principal fungicida para o controle das principais doenças, já que ele é reconhecido pelos agricultores devido aos altos índices de desempenho”, finaliza Dallagnese.

Sobre o produto – Fox® Xpro é um fungicida composto por Bixafen, um SDHI (Inibidores de succinato-desidrogenase), Protioconazol, uma nova geração de DMIs (Inibidores da Desmetilação C-14) e por Trifloxistrobina, uma estrobirulina, pertencente ao grupo dos QoIs (Inibidores da Quinona Oxidase). Esta combinação de diferentes ingredientes ativos eficazes faz parte de uma estratégia de gerenciamento de resistência.

Além de ajudar no controle da ramulária no algodão, Fox® Xpro é indicado para o controle de doenças fúngicas nas culturas do algodão, cevada, girassol, milho, soja e trigo, conforme as recomendações da bula.

Sobre a Bayer

A Bayer é uma empresa global com competências em Ciências da Vida nas áreas de agricultura e cuidados com a saúde humana e animal. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2017, o Grupo empregou cerca de 99 mil pessoas e obteve vendas de € 35 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.4 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.5 bilhões. Para mais informações, acesse www.bayer.com.br.

Fonte: Assessoria de imprensa Bayer

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.