USDA baixista com mercado exausto

58

O relatório do USDA foi divulgado hoje sem grandes surpresas. O novos números foram considerados neutro/baixista para a soja e altista para o milho e trigo. Logo após a publicação, as cotações futuras de soja aqui em Chicago sofreram pressão, a qual foi aliviada ao longo do dia. A especulação presenciou um corte intenso das exportações estadunidenses, que foram reduzidas para 55,52 MTs para o ano comercial 2018/19.

No entanto, o vigente embate político-comercial dos EUA alimenta as expectativas de uma demanda mundial medíocre pela sua oleaginosa. A ARC lembra que países da Europa e alguns da Ásia (em exceção a China) tem aproveitado os baixos preços de oferta norte-americana para adicionar compras inesperadas. Além do mais, o Departamento de Agricultura dos EUA também reduziu suas expectativas de preços médios sazonais em US$0,75/bu para um ponto mediano em US$9,25/bu.


Faça um bom manejo fitossanitário na sua lavoura. Adquira nosso curso e atualize-se!


CLIMA – AMÉRICA DO NORTE

Os mapas climáticos atualizados hoje trazem a confirmação da chegada de uma frente fria sobre o Centro-Norte dos Estados Unidos. Com este novo padrão, que suprime a massa de ar quente de alta pressão pré-estabelecida sobre o Centro do país, as chuvas voltam a regar os solos secos do Cinturão Agrícola, já neste fim de semana que se aproxima.

A umidade do solo da principal região sojicultora norteamericana tem se retraído desde o fim de junho, quando um padrão climático árido se estacionou sobre a área. O período de estiagens não foi extenso, com efeitos mínimos às expectativas de produtividade. A ARC alerta que com a volta das precipitações nesta segunda metade de julho, o desenvolvimento da safra deverá permanecer saudável. Não foi descartado a possibilidade de uma nova produção cheia.

Fonte: AgResource Brasil

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.