De um lado, cotonicultores seguem atentos ao beneficiamento da safra 2017/18 e aos embarques, sendo que a maioria desses agentes disponibiliza no spot lotes não aprovados em contratos. De outro, indústrias buscam lotes com boas características e de pequenos volumes, complementando os recebimentos já agendados.

De acordo com informações do Cepea, esse cenário de “queda de braço” entre agentes tem levado os preços da pluma a oscilarem nos últimos dias. De 6 a 13 de novembro, o Indicador do algodão CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu leve 0,28%, fechando a R$ 2,9506/lp nessa terça-feira, 13.

Fonte: Cepea

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: Cepea - Esalq

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.