A maior fabricante argentina de inoculantes, a Rizobacter, anunciou que sua principal marca de inoculantes Rizoliq Soy foi aprovada pela autoridade reguladora da Tanzânia para comercializá-la naquele país.

A empresa sediada na cidade de Pergamino (província de Buenos Aires) concordou com a SeedCo, uma das maiores empresas de sementes da África, uma aliança de parceria. “A associação entre duas empresas é a chave para oferecer aos agricultores da Tanzânia a melhor genética da soja, bem adaptada ao meio ambiente local, e o produto de inoculantes de rizóbio mais confiável”, disse o comunicado da imprensa.



O comunicado de imprensa da Rizobacter conta com o apoio da FIPS África (Farm Inputs Promotions Africa), uma ONG para promover o uso de insumos pelos agricultores. “A FIPS possui uma grande equipe de 1.600 promotores em fazendas comunitárias, das quais 450 operam em distritos onde a soja é cultivada”.

“Um trabalho próximo permitirá a adoção dessa tecnologia (a inoculação de sementes de soja) por pequenos agricultores na Tanzânia”, disse o gerente regional da Rizobacter, Ignacio Ardanaz.

Os funcionários da Rizobacter observaram também o papel da N2Africa, uma ONG ligada à Fundação Bill e Melinda Gates, para promover o uso da inoculação de leguminosas entre os agricultores africanos.

Fonte: eFarmNewsAr

Texto originalmente publicado em:
eFarmNewsAr 
Autor: eFarmNewsAr 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.