O anúncio de R$ 4,1 bilhões para o Plano Safra 2020/2021 foi feito nesta manhã (02), em coletiva virtual, e contou com a presença do Governador do Estado, Eduardo Leite, do secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, do Presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, além de diretores do Banrisul e jornalistas. O volume de recursos estará disponível para a agricultura familiar, para os médios e grandes produtores, cooperativas e empresas do setor.

O anúncio de R$ 4,1 bilhões para o Plano Safra 2020/2021 foi feito nesta manhã (02), em coletiva virtual, e contou com a presença do Governador do Estado, Eduardo Leite, do secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, do Presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, além de diretores do Banrisul e jornalistas. O volume de recursos estará disponível para a agricultura familiar, para os médios e grandes produtores, cooperativas e empresas do setor.

“Nós olhamos para este momento de tantas dificuldades pelo qual passa o mundo inteiro, não apenas o Rio Grande do Sul, sabendo que essas dificuldades passarão, e o que permanece é a nossa histórica capacidade de superação, a garra do povo gaúcho, o empreendedorismo, especialmente, no agronegócio. O nosso Estado é uma grande referência em produção agrícola e tenho absoluta convicção de que superaremos esse momento dando condição de retomada de desenvolvimento”, destacou o governador Eduardo Leite.

“O plano contempla dois dos principais focos da secretaria, que é trabalhar incentivos à irrigação e a armazenagem. Certamente vamos avançar para aumentar a área irrigada e diminuir as deficiências da armazenagem. Parabéns ao Banrisul por participar cada vez mais do agro gaúcho”, destaca o secretário Covatti Filho.

De acordo com o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, os números refletem o direcionamento estratégico dado ao setor. “Nos últimos três anos, o Banrisul investiu, e continuará investindo, na modernização de sua atuação no agronegócio, com o aperfeiçoamento de processos internos, implementação de tecnologias para avaliação, contratação e acompanhamento de operações de financiamento, capacitação dos nossos colaboradores, desenvolvimento da oferta de produtos e serviços e o aprimoramento da atuação comercial e mercadológica do Banco no setor”, ressaltou.

O valor anunciado é 26% superior ao disponibilizado no período anterior. Desse total, R$ 500 milhões serão destinados exclusivamente para o financiamento de investimentos e R$ 3,6 bilhões para as demais linhas do agronegócio, como custeio, comercialização e industrialização. O volume de recursos para a agricultura familiar é de R$ 800 milhões, aos médios produtores são R$ 635 milhões, e para os demais produtores, cooperativas e empresas do setor, é de R$ 2,67 bilhões.

Recursos para investimentos 

No Plano Safra 2020/2021, serão ampliados os recursos próprios disponíveis pelo Banrisul para R$ 450 milhões nas principais linhas de investimento para o agronegócio, como o Inovagro, Moderagro, Pronaf e Pronamp Investimentos. Para promover esse aumento, o banco buscou equalização direta junto ao Tesouro Nacional, visando atender a demanda no Estado, mesmo que os recursos repassados pelo BNDES acabem, como tem ocorrido nos últimos anos.

Nesta safra, a estratégia comercial para os financiamentos será voltada à irrigação das lavouras, conservação do solo e armazenagem de grãos e frutas e seus derivados. Outro destaque é a modalidade AgroInvest 4.0, linha de crédito que tem a finalidade de financiar novas tecnologias para a produção agropecuária, como drones e softwares de gestão e automação agrícola, acelerando a digitalização no campo.

Seguro Rural 

Na última safra, diante da severa estiagem que atingiu o Rio Grande do Sul, o Banrisul, utilizando um moderno sistema de análise e julgamento do seguro Proagro, juntamente com uma equipe especializada de analistas, possibilitou ao produtor rural receber o valor das indenizações com segurança e rapidez.

Para a Safra 2020/2021, o Banrisul pretende trabalhar junto aos produtores para ampliar as áreas cobertas por seguro no Estado, contando com a parceria comercial de três seguradoras, todas habilitadas no Programa Seguro Rural do Governo Federal, para contratação de diversas modalidades de seguro para custeio agrícola. O valor relativo ao seguro poderá ser financiado na operação de crédito, facilitando o acesso ao produto pelo produtor.

Atendimento ao produtor 

O Banrisul está presente por meio de agências ou postos bancários em 430 municípios gaúchos, que têm atuação em todas as 497 cidades do RS. Além da capilaridade da presença do Banrisul no Estado, o produtor rural também conta com uma equipe de gerentes especializados no agro, dedicados exclusivamente às demandas do setor.

Neste momento de pandemia, o atendimento presencial ao agronegócio está sendo agendado pelo aplicativo Banrisul Digital ou no site www.banrisul.com.br, para garantir a segurança dos clientes e colaboradores do banco.

Fonte: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural – Seapdr

Texto originalmente publicado em:
Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural - Seapdr
Autor: SEAPDR

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.