Pesquisa da T&F Consultoria detectou uma disponibilidade ao redor de 15 milhões de toneladas ainda existente no país para ser comercializada, das quais as indústrias irão necessitar algo ao redor de 3,0 MT, restando 12,0 MT disponíveis para a exportação.

RS tem apenas 5,2 MT para moagem interna e vendas de exportação até a próxima colheita em abril

No RS soja começou a semana ao redor de R$ 86,00 na segunda e terça, R$ 87,00 quarta, R$ 88,00 ontem quinta, nesta sexta abriu a R$ 88,10, entrega e pagamento setembro, mas acabou o dia valendo R$ 89,00, usando a mesma entrega e mesmo pagamento. Mas tem entregas outubro/novembro que valem mais. Pagamentos outubro até maio do ano que vem, por exemplo, se você entregar novembro e receber maio do ano que vem vale R$ 92,00 porto.

Quanto a volume rodou cerca de 2% ou 196 mil toneladas nesta semana. Acredita-se que 73% da safra 2018/19 já esteja comercializado no estado, havendo, portanto uma disponibilidade de aproximadamente 5,2 milhões de toneladas à disposição da indústria e da exportação até maio de 2020, quando haverá a colheita da safra nova.

Em SC fábrica da Alfa ficou em manutenção 15 dias e RS supriu demanda de farelo com preços mais baratos que os locais

Em SC com a fábrica da Alfa parada para manutenção (volta nesta segunda-feira; pararam para manutenção, aproveitando as margens ruins) houve muito farelo de soja do RS vindo para SC. Os melhores preços da semana foram: R$ 1300,00 diferido em Joaçaba; PR R$ 1280,00 FOB diferido, farelo da região de Cascavel foi o melhor preço da semana; do RS R$ 1320,00 FOB tributado Erechim.

Se você tirar o ICMS desse farelo gaúcho, daria R$1320,00 – 8,4%= R$ 1209,12, coloca mais R$ 50,00 de frete aqui pra SC chega a R$ 1259, arredondando 1260,00 CIF, mais barato que o farelo local.

No PR houve boa movimentação na semana, com preços subindo bem durante a semana

No PR mercado de soja andou um pouco, no Oeste do estado, com poucos volumes saindo de R$ 81.00 a R$ 83.00, FOB dependendo do prazo de pagamento. Já nos Campos Gerais o mercado esteve um pouco mais animado, com a ajuda do dólar. Houve negócios entre R$ 82,00 a 84,00 FOB, pagamento em 30/9, R$ 85,00 novembro. No porto oscilou entre R$ 88,00 e R$ 89,00/saca.

No norte do estado foram negociadas cerca de 50 mil toneladas, o maior volume cm retirada em janeiro e pagamento início de abril. A soja entregue em setembro e pagamento em outubro teve preços entre R$ 82,00 e R$ 84,00. Estima-se que no estado todo foram negociadas cerca de 135.000 tons nesta semana.

MS negociou 150 mil toneladas nesta semana de safra velha e 200 mil de safra nova e tem só 1,45 MT disponíveis

No Mato Grosso do Sul foram negociadas cerca de 150 mil toneladas de soja disponível, a preços entre R$ 77,00/78,00 na região de Dourados. Já para a safra 2020 foram negociadas 200 mil toneladas, na casa dos R$ 72,00 FOB Dourados. O estado já comercializou 84% da sua produção de 8,53 milhões de toneladas, o que significa que deve ter uma disponibilidade ao redor de 1,45 milhão de toneladas até a colheita, em janeiro.

MT negociou 150 mil tons da safra 2019, 80 mil tons da safra 2020 e tem 3,25 MT disponíveis ainda

O volume negociado no Mato Grosso foi considerado forte na semana: 150 mil tons de safra velha e 80 mil de safra nova (porque safra 2020 estava meio emperrada até esta semana). A safra velha teve preços entre R$ 73,00 e R$ 79,00/saca, de acordo com a localização e safra nova entre R$ 67,00 e R$ 73,00, segundo o mesmo critério.

Segundo o IMEA, o estado já comercializou cerca de 90% dos 32,5 MT produzidas na safra 2018/19, o que significa que ainda tem uma disponibilidade ao redor de 3,25 milhões de toneladas à disposição das indústrias e exportadores para os próximos cinco meses, o que é pouco.

GO negociou 120 mil tons de safra velha e 215 mil tons de safra nova nesta semana

Goiás foi um dos mais ativos nesta semana: negociou 119.200 toneladas de safra 2018/19 e 215.100 toneladas de safra 2019/20. Os preços do mercado disponível giraram ao redor de R$ 76,50 EM Anápolis, R$ 75,00 em Cristalina, R$ 73,00 em Formosa e R$ 74,70 em Rio Verde.

BA só negociou pequenos lotes nesta sexta-feira

Pelo que soubemos, a semana só não passou em branco na Bahia porque houve negociações de alguns poucos lotes nesta sexta-feira, quando a cotação atingiu o seu ponto mais alto, R$ 76,50 para o disponível entrega imediata (contra R$ 75,50 na segunda, R$ 75,00 na terça até quinta) e R$ 73,00 para maio 2020. A flutuação dos preços na semana explica as vendas de sexta.

Fonte: T&F Agroeconômica


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.