Em vídeo divulgado no canal do Youtube Professores Alfredo & Leandro Albrecht, Alfredo, professor da UFPR e um dos supervisores do grupo Supra Pesquisa, mostra uma área demonstrativa preparada com o intuito de levar ao produtor rural uma informação precisa à respeito das perdas de produtividade na cultura da soja ocasionadas pela interferência de plantas daninhas.


Veja também: Interferência de capim-amargoso sobre a produtividade da soja


O vídeo destaca resultados de pesquisa gerados pelo Supra – UFPR – Palotina, em que perdas ocasionadas por buva e capim-amargoso se revelam extremamente importantes na cultura da soja.

A matointerferência é uma realidade, e a atenção do produtor é indispensável! Todo cuidado é pouco, diante dos prejuízos que problemas fitossanitários podem imputar ao sistema produtivo.  É necessário ação e proatividade, todas as boas práticas agrícolas dentro de um manejo integrado de plantas daninhas devem ser acionadas para que o êxito se alcance.

Em relação ao capim-amargoso, dados de pesquisas mostram que 1 planta de capim-amargoso por metro quadrado pode gerar perdas de produtividade de até 20% na cultura da soja.

Já, pensando-se na buva como planta daninha no meio de uma lavoura de soja, os resultados mostram que 1 planta de buva por metro quadrado pode gerar perdas de produtividade de até 14% na cultura da soja.

Veja, nos gráficos abaixo, o resultado desses estudos conduzidos pelo grupo de pesquisas do Supra Pesquisa.

Gráfico 1. Produtividade média da soja sob interferência de populações de buva. Palotina, PR, 2017 e 2018.
Gráfico 2. Produtividade média da soja sob interferência de populações de amargoso. Palotina, PR, 2016 e 2017.

Confira o vídeo abaixo.


Inscreva-se agora no canal dos Professores Alfredo & Leandro Albrecht, aqui.



Elaboração: Engenheira Agrônoma Andréia Procedi – Equipe Mais Soja.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.