CNA e Grupo Votorantim discutem projetos de sustentabilidade no Cerrado

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Grupo Votorantim realizaram, nesta terça-feira (20/09), mais uma rodada de debates sobre projetos de produção sustentável, em reunião na sede da entidade em Brasília (DF). A empresa, que desenvolve iniciativas desta natureza na Mata Atlântica, está buscando parcerias para a implantação de ações de sustentabilidade no Cerrado e mostrou interesse em aplicá-las na Fazenda Engenho, de propriedade do grupo, em Niquelândia (GO), a 263 quilômetros da capital federal.

A propriedade tem uma área de 27 mil hectares, das quais três mil hectares são ocupados com a produção de eucalipto, soja e pecuária. O grupo mostrou interesse em aplicar, nesta área, as tecnologias do Projeto Biomas, desenvolvido pela CNA em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O Projeto consiste na incorporação, ao sistema produtivo, de árvores nativas e exóticas, que poderiam ser exploradas economicamente. “Além de conciliar produção e preservação ambiental, estas espécies dariam renda adicional ao produtor”, destaca a coordenadora executiva do projeto, Cláudia Rabello.

Outros 24 mil hectares da fazenda, que constituem uma área de preservação, poderiam ser utilizados para pesquisas com o objetivo de identificar as potencialidades do local para a exploração e o plantio de espécies vegetais com potencial comercial. “O foco é gerar lucro adicional, aproveitando o uso das áreas preservadas com outras cadeias produtivas, transformando a propriedade em fazenda modelo”, explicou o gerente geral de Sustentabilidade do Grupo Votorantim, David Canassa.

O interesse do grupo pela implantação de projetos no Cerrado surgiu neste ano e o encontro de hoje foi o terceiro para debater o tema. Participaram do encontro a professora Cássia Munhoz, da Universidade de Brasília (UnB), os pesquisadores Fernando Souza Rocha e Helenice Gonçalves, da Embrapa Cerrados, os assessores técnicos da CNA, João Carlos De Carli, e do Instituto CNA, Carlos Frederico Dias, e assessores do Grupo Votorantim.

Fonte: CNA

Texto originalmente publicado em:
CNA
Autor: Assessoria de Comunicação CNA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.