OPINIÃO: Brasil, o país que melhor cuida do meio ambiente no mundo

Mostramos ao mundo a verdadeira situação do nosso país, a qual é bem diferente do cenário apresentado por essas pessoas mal-intencionadas. O Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente e vem aumentado a sua produção exatamente por contar com agricultores tecnificados e empreendedores, preocupados com a natureza (OCEPAR).

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Pesquisadores Argentinos emitem “Alerta Amarelo” sobre a possível resistência da Buva a herbicidas “ALS” no País

Na Argentina, assim como no Brasil, o glifosato há muito tempo deixou de ser uma ferramenta de controle para a Buva. Em 2015, sua resistência foi finalmente confirmada, tanto em C. bonariensis quanto em C. sumatrensis no estado do Paraná (BR), Entre Ríos (AR) (Puricelli et al., 2015). (Aapresid – REM).

Confira a notícia completa aqui.


Buva resistente a herbicidas no Paraguai

É com muita preocupação que, no segundo semestre de 2018, foi comprovada a  existência de biótipos de Conyza sumatrensis (Buva) apresentando resistência aos herbicidas paraquat, glyphosate e chlorimuron, no Paraguai, caracterizando uma resistência múltipla a
herbicidas de três mecanismos de ação (Informativo Supra Pesquisa).

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.



Eficiência de fungicidas para controle de mofo-branco (Sclerotinia sclerotiorum) em soja, na safra 2017/18

O Brasil figura como um dos países líderes na produção mundial de soja, produzindo 117 milhões de toneladas em 35,1 milhões de hectares na safra 2017/18 (Conab, 2018). As doenças da soja representam um importante fator de restrição à produção e o mofo-branco, causado pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum (Lib.) de Bary, é uma das doenças que apresentam elevado potencial de causar prejuízo à soja e a várias outras culturas que compõem o sistema de produção (Jaccoud Filho et al., 2017).

Confira a circular na íntegra clicando aqui.


23 instituições assinam manifesto contrário à orientação da APROSOJA-MT sobre realização da semeadura de soja destinado a produção de sementes em fevereiro

O manifesto ainda diz “A formulação de políticas públicas deve priorizar a sustentabilidade em longo prazo de toda a cadeia produtiva e não permitir medidas que ameacem o agronegócio como um todo.” O manifesto sugere a implantação de um calendário nacional da soja no Brasil.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Gostou das nossas sugestões? Comente e sugira melhorias para o Mais Soja ficar cada vez melhor. Envie suas contribuições para contato@maissoja.com.br.


Acesse o manifesto pela soja sustentável aqui.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.