O manejo correto de instalação da cultura de soja garante a produtividade, mas quais são os pontos chave desse manejo? Para entender mais sobre esses aspectos,  o professor Paulo Arbex da UNESP – Universidade Estadual Paulista  participa do 2º episódio da 2ª temporada do Dicas Mais Soja – Ciência em prática: é possível produzir Mais Soja? 


Inscreva-se e submeta seu trabalho!


O preparo inicial da lavoura, seja ele convencional ou sistema plantio direto, é o ponto de partida para que seja possível realizar um manejo adequado e com isso aumentar a produtividade. Se o produtor optar pelo plantio direto, a dessecação da palha é fundamental para o processo.

O professor Paulo chama atenção para importância de saber efetuar a regulagem correta da semeadora, pois ela é responsável por processos fundamentais: cortar a palha, depositar o adubo e a semente na profundidade correta, além de fechar o sulco.

As boas práticas de manejo  estão diretamente correlacionadas com a funcionalidade do equipamento regulado porque, por exemplo, o excesso de velocidade pode resultar em não cumprimento efetivo das etapas, o que compromete o estabelecimento  da cultura, e consequentemente, o desenvolvimento da mesma.

Outras falhas comuns no processo de semeadura são a escolha inadequada da profundidade de semeadura e o não fechamento do sulco, o que pode secar a semente e diminuir seu poder germinativo.

Arbex recomenda que o produtor procure cursos de aperfeiçoamento em relação a regulagem de máquinas e equipamentos. Confira esta e outras dicas valiosas trazidas pelo professor Paulo Arbex em mais um episódio do Dicas Mais Soja:


Quer saber isso é muito mais? Fique ligado no Dicas Mais Soja – Ciência em prática: é possível produzir Mais Soja? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhum de nossos conteúdos!


Redação: Bruna Eduarda Meinen Feil, Assessora de Comunicação Equipe Mais Soja.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.