InícioDestaqueEfeito visual do capim-amargoso em resposta a aplicação de diferentes herbicidas

Efeito visual do capim-amargoso em resposta a aplicação de diferentes herbicidas

O controle de plantas daninhas é indispensável no cultivo da soja, visando evitar a matocompetição que prejudique a produtividade da cultura. Dentre as plantas daninhas mais preocupantes encontradas nas lavouras brasileira, o capim-amargoso (Digitaria insularis) se destaca. A planta daninha apresenta rápido crescimento; elevada produção de sementes, as quais apresentam dispersão facilitada, além disso a daninha exerce elevada influência negativa sobre a produtividade da soja.

Conforme resultados de pesquisa do Grupo Supra Pesquisa, quando em densidades populacionais de uma planta de capim-amargoso por metro quadrado de área, reduções de produtividade da soja de até 21% podem ser observadas. A medida que a densidade da planta daninha aumenta, a redução da produtividade ascende.

Figura 1. Interferência de diferentes densidades de capim-amargoso sobre a produtividade da soja.

Fonte: Supra Pesquisa.

Tendo em vista elevada interferência que essa planta daninha desempenha na produtividade da soja, seu controle é indispensável para evitar perdas produtivas. Visando melhorar o manejo e controle do capim-amargoso na cultura da soja e sistemas de produção, o grupo Supra Pesquisa vem realizando trabalhos avaliando a eficiência de herbicidas no controle da planta daninha.


Veja também: Herbicidas pré-emergentes: ferramentas no controle do Caruru


Em vídeo, o professor da UFPR e supervisor do grupo Supra Pesquisa, Alfredo Albrecht comenta alguns resultados obtidos nas pesquisas do grupo. Existem alternativas para o controle do capim-amargoso, contudo, para o adequado posicionamento de produtos, é necessário conhecimento e planejamento, pois alguns herbicidas necessitam de maior tempo de ação para maior eficiência, outros necessitam de condições adequadas de umidade etc.

Na figura 1 é possível observar as respostas do capim-amargos em resposta a aplicação de diferentes herbicidas, comparadas visualmente a testemunha a qual não sofreu aplicação de nenhum herbicida.

Figura 1. Respostas do capim-amargoso a aplicação de diferentes herbicidas. A – glifosato + formulação contendo imazapir + imazapic; B – glifosato + cletodim; C – glifosato + haloxifope; D – glufosinto; E – Diquat; F – Testemunha.

Adaptado: Supra Pesquisa – Professores Alfredo & Leandro Albrecht.

Figura 2. Respostas do capim-amargoso a aplicação de diferentes herbicidas. A – saflufenacil + glufosinato; B – cletodim + saflufenacil + glufosinato; C – cletodim + saflufenacil; D – haloxifope + glufosinato; E – cletodim + glufosinato; F – testemunha.

Adaptado: Supra Pesquisa – Professores Alfredo & Leandro Albrecht.

Conforme destacado por Alfredo, associações como glifosato + formulação contendo imazapir + imazapic necessitam ser utilizadas de forma antecipada, visto que os herbicidas necessitam de um longo período de tempo para surtir efeito e também elevada umidade, sendo assim o planejamento do manejo de plantas daninhas quando utilizada essa opção deve levar em consideração esses fatores.



Segundo Alfredo, outro fator importante em levar em consideração é o tamanho da planta a ser controlada. Herbicidas como glufosinato e associações como haloxifope + glufosinato e cletodim + glufosinato apresentam melhor controle em plantas jovens. Com o banimento do Paraquate, Alfredo comenta que uma das principais opções para sua substituição é o Diquat, entretanto, com relação ao controle de gramíneas esse herbicida não apresenta a mesma eficiência, sendo necessário buscar alternativas de controle.

Confira o vídeo abaixo com as dicas do professor Alfredo Albrecht.


Inscreva-se agora no canal dos Professores Alfredo & Leandro Albrecht, aqui.


Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube

 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares