Milho

De forma geral, a cultura do milho no RS foi favorecida pelo clima da semana passada, o que permitiu que, em parte das lavouras do Estado, se observe a ocorrência de recuperação das plantas em desenvolvimento vegetativo, floração e formação da espiga. Na média estadual a cultura encontra-se com mais da metade da área nas fases de floração e enchimento de grão, totalizando aproximadamente 53% das lavouras nessas fases.

Na Zona Sul, as lavouras estão predominantemente na fase de desenvolvimento vegetativo, com 85% nesta fase. As chuvas ocorridas foram benéficas ao desenvolvimento da cultura e favoreceram as atividades de manejo de invasoras e adubações de cobertura.

Nas regiões do Alto da Serra do Botucaraí e Vale do Rio Pardo, a combinação das condições climáticas de altas temperaturas, radiação solar intensa e boa umidade do solo, em virtude das chuvas da semana, favorecem o crescimento e o desenvolvimento da cultura, especialmente lavouras em floração e enchimento de grãos.

As frequentes precipitações do período favorecem a realização da adubação nitrogenada em cobertura em lavouras com semeadura tardia. Prossegue, nessas regiões, a semeadura da cultura em restevas de fumo.

Nas regiões da Fronteira Noroeste e Missões, as lavouras estão com bom desenvolvimento das espigas devido ao clima favorável. Com as chuvas ocorridas na última semana, os produtores intensificaram o segundo plantio do milho nas áreas já colhidas.

No Vale do Taquari, as lavouras de milho, tanto destinadas para produção de grãos como as destinadas à confecção de silagem, se desenvolvem de forma satisfatória. Até o momento as condições do tempo foram favoráveis ao desenvolvimento das plantas, com a incidência de chuvas frequentes e bem distribuídas, que favoreceram o desenvolvimento vegetativo e a formação de espigas.

Comercialização (saca de 60 quilos)

Na semana, a cotação da saca de milho apresentou elevação de 0,77% em relação à semana passada. Conforme a pesquisa semanal de preços da Emater/RS-Ascar, com uma variação entre o mínimo de R$ 31,00 e o máximo de R$ 40,00, o valor médio recebido pelos produtores de milho no Estado, na semana atual, foi de R$ 33,92/sc.

Fonte: Emater/RS

Texto originalmente publicado em:
Informativo Conjuntural - nº 1536
Autor: Emater/RS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.