Irga disponibiliza portarias com zoneamento agrícola para arroz e soja

0
306

Os produtores gaúchos de arroz e soja podem consultar as portarias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) referente à safra 2017/2018 diretamente no site do Instituto Rio Grandense do Arroz. Para acessar a portaria para a cultura de arroz irrigado clique aqui. Já para a da soja no RS, acesse aqui.

Conforme o Mapa, o Zoneamento Agrícola de Risco Climático é um instrumento de política agrícola e gestão de riscos na agricultura. O estudo é elaborado com o objetivo de minimizar os riscos relacionados aos fenômenos climáticos adversos e permite a cada município identificar a melhor época de plantio das culturas, nos diferentes tipos de solo e ciclos de cultivares.

Na realização dos estudos de ZARC são analisados os parâmetros de clima, solo e ciclos de cultivares, a partir de uma metodologia validada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e adotada pelo Mapa. Dessa forma são quantificados os riscos climáticos envolvidos na condução das lavouras que podem ocasionar perdas na produção. O resultado do estudo é publicado por meio de portarias da Secretaria de Política Agrícola do MAPA, por cultura e Unidade da Federação, contendo a relação de municípios indicados ao plantio e seus respectivos calendários de plantio ou semeadura.

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático foi publicado pela primeira vez na safra de 1996 para a cultura do trigo. Atualmente, os estudos de Zoneamentos do Mapa já contemplam 25 Unidades da Federação e mais de 40 culturas divididas entre espécies de ciclo anual e permanente. Para fazer jus ao Proagro, ao Proagro Mais e à subvenção federal ao prêmio do seguro rural, o produtor deve observar as recomendações desse pacote tecnológico. Além disso, alguns agentes financeiros já estão condicionando a concessão do crédito rural à observância aos indicativos do ZARC.

Para conferir todas as portarias do Mapa sobre o ZARC, clique aqui.

Fonte: IRGA, Assessoria de Comunicação

Texto originalmente publicado em:
IRGA
Autor: IRGA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.