Os pesquisadores Júlio Franchini e Henrique Debiasi da Embrapa Soja mostram como manejar adequadamente o solo melhora o crescimento das raizes e a infiltração de água

No vídeo, divulgado no canal da Embrapa, alguns pontos chamam atenção:

Em simulação de chuvas, com chuvas de 55 mm, na área onde o cultivo anterior foi braquiária, 54.2 mm infiltrou-se, escoando (perdendo) apenas 0.8 mm. Já na área sem braquiária (apenas 01 ano, nos demais ocorreu rotação), perderam-se 17 mm.

Na metade da parcela onde cultivou-se a braquiária as raízes da soja “exploraram” 1.4 metros do solo, ou seja, um crescimento de raiz de 2 cm por dia, ocupando de forma homogênea o solo e obtendo máximo aproveitamento da água disponibilizada.

Em solo compactado sem braquiária o sistema radicular limitou-se a 0.7 m de profundidade, ou seja, apenas metade da área explorada quando a braquiária foi cultivada anteriormente a soja.

No solo não compactado e com braquiária, a infiltração da água foi de 100%, ou seja, toda chuva penetrou no solo podendo ser utilizada pela planta para produção.

Será que o perfil de solo pode incrementar os rendimentos? Evitar maiores prejuízos em situação de stress hídrico? 

Solos compactados, perfil de solo, produtividade… confira maiores informações no vídeo.

Foto da Capa: Embrapa

Texto originalmente publicado em:
Embrapa
Autor: Embrapa

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.