Atualmente, os pulgões são os principais insetos-praga que podem oferecer danos potenciais a cultura do trigo. Para saber como realizar o manejo correto desses insetos, falamos com o professor José Salvadori da UPF, no sexto episódio episódio da 2º temporada do Dicas Mais Soja – Ciência em prática: é possível produzir Mais Soja? 

O professor José explica que a coloração esverdeada é característica comum das diversas espécies de pulgões, que atacam desde o início do ciclo de desenvolvimento da cultura até o enchimento de grão.

Como praga inicial do trigo,os pulgões precisam ser controlados via tratamento de sementes porque  se configuram como importantes vetores da doença do nanismo amarelo. Dessa forma, o tratamento de sementes oferece uma proteção inicial eficiente, tanto para evitar os danos diretos dos pulgões quanto para o dano indireto de transmissão da doença.O controle biológico dos pulgões também é uma alternativa importante e compatível com o tratamento de sementes.

Depois da fase inicial de desenvolvimento da cultura, é necessária avaliar a população de pulgões e caso forem atingidos níveis populacionais considerados danosos ao trigo, recomenda-se fazer aplicações de produtos complementares afim de ampliar o espectro de controle da praga e otimizar o rendimento de grãos.


Quer saber isso é muito mais? Fique ligado no Dicas Mais Soja – Ciência em prática: é possível produzir Mais Soja? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhum de nossos conteúdos!


 

Redação: Bruna Eduarda Meinen Feil, Assessora de Comunicação Equipe Mais Soja.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.