A fim de debater o futuro do melhoramento genético de plantas nas mais diversas áreas da agricultura, será realizado entre os dias 6 e 7 de dezembro o II Simpósio Brasileiro de Melhoramento de Plantas – o equilíbrio entre o passado e o futuro. O evento reunirá, na Universidade de Brasília (UnB), atuais e futuros profissionais da área, além de produtores rurais e interessados no tema.

O Simpósio é uma realização da Sociedade Brasileira de Melhoramento de Plantas (Regional DF) e conta com a organização da Embrapa Cerrados e da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterniária da Universidade de Brasília. O evento será realizado no auditório do Instituto de Química da UnB (Prof. Lauro Morhy). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas de forma antecipada pela internet ou no credenciamento no primeiro dia do evento.

Na programação estão previstas três mesas redondas. A primeira vai tratar das novas ferramentas no melhoramento de plantas; a segunda abordará aspectos relacionados ao melhoramento convencional e, a terceira, ao pós-melhoramento. Ao final, está programado um mini-curso de introdução ao programa estatístico R e suas aplicaçãoes nessa área. Aqueles trabalhos selecionados pelo Comitê Técnico-Científico do Simpósio serão publicados nos Anais do evento, sendo que os 10 melhores serão premiados e apresentados em forma de pôster.

“Por conta do melhoramento vegetal é que a agricultura chegou no estado em que está. Essa área tem papel fundamental na economia do Brasil e é por conta dela que conseguimos um melhor posicionamento dos produtos brasileiros. O que se busca de forma prioritária é aumentar a produtividade e a qualidade nutricional dos alimentos, aliado a resistência a pragas e doenças”, afirmou o pesquisador da Embrapa Cerrados e um dos coordenadores do evento, Renato Amabile.

Para mais informações sobre o II Simpósio de Melhroamento de Plantas acesse clique aqui.



Fonte: Embrapa

Texto originalmente publicado em:
Embrapa
Autor: Embrapa

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.