A cultura da soja é a commoditie agrícola mais importante do país, sua produção a cada ano vem aumentando graças a tecnologia empregada, com uso de novas cultivares, fertilizantes, adjuvantes, fungicidas, inseticidas, etc. Apesar do uso em larga escala de todas estas tecnologias, falhas no controle de organismos nocivos ainda são recorrentes, seja em função da má utilização dos princípios ativos, seja pela capacidade adaptativa que estes apresentam dentro do cenário agrícola.

Entre os organismos nocivos e principais desafios entomológicos da cultura da soja, destaca-se a lagarta falsa-medideira (Chrysodeixis includens), esta lagarta a cada ano apresenta sério risco as lavouras de soja em todo país, seu controle tem sido basicamente por produtos sintéticos, que em laboratório e em experimentos a campo, apresentam alta taxa de eficiência, contudo a campo, vemos resultados pouco expressivos, nos levando a crer que algo mais além da eficiência dos ativos por si só é necessário para se obter sucesso no seu controle.

Figura 1. Ciclo da lagarta falsa-medideira (Chrysodeixis includens). Fonte: Embrapa, 2012.

Foto: Eduardo Engel

Para alcançar o objetivo de controlar este organismo nocivo, necessitamos compreender sua bioecologia e distribuição. A lagarta falsa-medideira é um inseto altamente polífago, tendo mais de 70 espécies de plantas hospedeiras, com ocorrência em todo o hemisfério ocidental. Seu ciclo na cultura da soja, como na figura 1, dura em torno de 25 dias, sendo considerado curto, passível de várias gerações dentro da mesma área de cultivo, gerando danos expressivos.

Mariposas de maneira geral atuam noturnamente e isto pode ser considerado um comportamento semelhante ao das lagartas de sua espécie, esse comportamento influencia diretamente a posição dos insetos na planta de soja durante todo o dia. Ao ter maior atividade noturna, lagartas da espécie Chrysodeixis includens, escapam de predadores e encontram condições ambientais menos hostis, com temperatura e radiação solar amenas, o que favorece seu desenvolvimento.



Essa atividade além de estar ligada ao instinto de sobrevivência dos insetos, pode relacionar-se com a presença de alimento. Experimentos em ambiente controlado apresentaram resultados indicando que na ausência de predadores, radiação solar direta e presença de alimento constante, a lagarta falsa-medideira permaneceu no terço superior da cultura da soja.

Contudo a campo, este comportamento só é possível durante a noite, onde sua maior atividade concentra-se nas regiões mais tenras da planta, ficando mais exposta, o que possibilita maior eficiência dos inseticidas (Figura 2).

Figura 2. Alguns fatores que levam a mobilidade intra-planta da lagarta falsa-medideira. Planta de soja: Mauricio P. B. Pasini.

A compreensão deste comportamento e dos fatores que levam a ele, nos permite uma correta amostragem deste inseto durante o período de cultivo, bem como um melhor planejamento das aplicações para o seu controle, levando em consideração não apenas o princípio ativo utilizado mas também fatores presentes no agroecossistema, como a temperatura local e a radiação solar, além do entendimento mínimo sobre o comportamento dos insetos e os efeitos dos fatores ambientais sobre estes, definindo assim um horário ótimo de aplicação para cada propriedade.

Sobre os autores:

Eduardo Engel – Laboratório de Entomologia da Universidade de Cruz Alta/ Grupo de Pesquisa em Fitotecnia – UNICRUZ.

Eng. Agr. Dr. Mauricio P. B. Pasini – Coordenador do Laboratório de Entomologia e da Área Experimental da Universidade de Cruz Alta/ Grupo de Pesquisa em Fitotecnia – UNICRUZ. Consultor e pesquisador na INTAGRO Pesquisa e Desenvolvimento.

O Grupo de Pesquisa em Fitotecnia liderado pelos Professores Dr. Mauricio P. B. Pasini e Msc. José Luiz Tragnago trabalha com temas como: bioclimatologia e ecofisiologia dos cultivos agrícolas, fitossanidade, irrigação e drenagem e manejo de cultivos agrícolas. Você pode conferir os trabalhos realizados clicando aqui.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.