O Movimento Pré-Relatório

0
314

O mercado de futuros no complexo da soja se apresentou em alta na sessão de hoje, com o posicionamento especulativo pré-USDA, do dia 9. Fundos de investimentos mantêm o movimento de compras na soja, com a tendência sazonal agora definida em alta. Além do mais, as estimativas atualizadas na quinta-feira deverão confirmar maiores produtividades do milho e uma redução no rendimento da soja dos Estados Unidos. O posicionamento pré-relatório tem apresentado uma resistência nas cotações da soja-janeiro em se manterem logo acima dos $10/bu. O volume de operações se mantém baixo, e deve continuar assim até momentos antes da publicação dos novos números.

A ARC alerta que qualquer eventual baixa do mercado não deve ser sustentado por muito tempo, uma vez que os fundamentos de composição dos preços têm se direcionado cada vez mais para as condições climáticas no começo de safra sul-americana e a demanda mundial em ascensão pela oleaginosa. No Brasil, as exportações de soja se mantêm aquecidas com 592MT do grão embarcado na última semana. Os compromissos de exportação da soja brasileira já atingem 64,39 MT, sendo 26,4% acima do ano passado.

Clima – América do Sul

Os modelos de previsões de temperaturas oceânicas, o qual define fenômenos climáticos como o El Niño e La Niña, tem trago o esfriamento da zona do Oceano do Pacífico Equatorial. O qual se resfriado em quantidades inferiores a -0.8 °C caracteriza uma restrição de chuvas para a região Sul do Brasil e grande parte da Argentina e Paraguai. Este fenômeno climático é denominado La Niña. Segundo o modelo de previsões da Agência de Meteorologia Australiana, em janeiro e fevereiro de 2018, o esfriamento desta região do Oceano Pacífico será exatamente de -0,8, no entanto deve voltar a reaquecer no mês de março.

Ainda não é possível afirmar que, de fato, irá ser formado um fenômeno climático na América do Sul, entretanto a tendência climática para tais regiões apresenta chuvas mais irregulares e abaixo da média para o período.

Fonte: AgResource Brasil

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.