Onde foi parar o percevejo verde?

0
4311

De praga primária a praga esporádica no Brasil, Nezara viridula já não preocupa

Quem estudou Entomologia até a década de 1990 certamente se lembra que uma das pragas primárias da cultura da soja era o percevejo-verde, Nezara viridula. Inconfundível pelo formato característico do corpo, tamanho e coloração do corpo e das antenas.

Se esses percevejos se limitassem a retirar a seiva da planta, não seriam tão problemáticos. O ponto é que, durante a alimentação, esses percevejos liberam substâncias que causam a retenção foliar nas plantas de soja e reduzem a produtividade.

Mas alguma coisa aconteceu na virada do século e, nos últimos 15 anos, a população desta espécie sofreu uma redução marcante, a ponto dela passar a ser considerada uma praga secundária no Brasil e em outros países.

Um artigo científico publicado na edição de novembro de 2016 da revista Neotropical Entomology discute cinco hipóteses para explicar esse fenômeno.

  • O uso aumentado de herbicidas pode ter reduzido a disponibilidade de plantas daninhas que funcionavam como hospedeiros alternativos da praga;
  •  As mudanças no sistema de cultivo favorecendo outras espécies mais adaptadas;
  •  A competição com outras espécies de percevejos, tais como o percevejo-barriga-verde (Dichelops furcatus/Dichelops melacanthus);
  • O impacto de várias espécies de parasitoides que foram introduzidos nas lavouras;
  • Mudanças globais no clima afetando sua distribuição e biologia.

Qualquer que seja o motivo para esse declínio, é importante observar que a praga não foi extinta e que ela continua existindo nas lavouras em níveis muito baixos ou até indetectáveis.

Cabe lembrar que mudanças nas práticas de cultivo ou no clima podem vir a favorecer novamente a espécie e que, considerando seu alto potencial reprodutivo, ela pode vir a reaparecer. Portanto, é imprescindível que continue sendo realizado o monitoramento.

Para saber mais clique aqui: PANIZZI, A. R.; LUCINI, T. What Happened to Nezara viridula (L.) in the Americas? Possible Reasons to Explain Populations Decline. Neotropical Entomology, v. 45, n. 6, p.619-628, 1 nov. 2016.

Fonte: Livro Pesquisa para conhecer, conhecer para manejar, volume 2.

A publicação está disponível para download no portal DefesaVegetal.Net

Texto originalmente publicado em:
Portal DefesaVegetal.Net
Autor: Livro Pesquisa para conhecer, conhecer para manejar,

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.