O milho e a soja estão presentes em quase tudo o que nós comemos e também nas rações dos animais. São chamados de argamassas alimentares, de tão importante que são para o mundo.

E como está a nossa safra 2018 e que será colhida em 2019 desses dois gigantescos e volumosos itens da alimentação mundial? No Brasil, a previsão é de uma safra de soja de mais de 120 milhões de toneladas. Isso quer dizer um recorde brasileiro nessa leguminosa.

Houve crescimento de área para soja no país, quase 36 milhões de hectares. Uma produtividade de 3,45 toneladas por hectare, menor que o ano passado em termos de rendimento.

Dessa forma, enfrentando agora no início de 2019 com chuvas, virão doenças e dificuldades nos tratos culturais. Se os fatores climáticos não forem tão agressivos, caminharemos para uma safra recorde de soja.

O milho no Brasil agora se divide em 1° safra, plantado em setembro e outubro, e o milho da 2° safra, plantado depois da soja. No total da lavoura de milho as previsões no país apontam para mais de 92 milhões de toneladas e isso, se for confirmado após a 2° safra (saberemos em abril), representará um crescimento do milho de mais de 14%.

Com exportações aquecidas de soja e milho, com as confusões das guerras comerciais entre Estados Unidos e China, e se não cometermos nenhuma asneira nas relações e negócios internacionais, em março ou abril, deveremos ter um 1° semestre positivo para o agronegócio, e consequentemente para todo o país.

Com essa boa oferta e com boas exportações, os estoques não serão altos, mas significa também coisa boa para os clientes internos da soja e do milho, afinal, no frango, no porco, ovos, leite, e em quase tudo o que comemos, ali está invisível a soja e o milho.



Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto. 

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico. 

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas. 

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.

Fonte: Assessoria de comunicação CCAS


Qual a interferência do clima na produtividade da soja?

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.