Resistência à penetração em solo cultivado com adubos verdes na safrinha em Sistema de Semeadura Direta

0
568

Autores: Elaine B. Wutke1, José Antonio de F. Esteves1, Paulo B.Gallo2, Isabella C. De Maria1, Afonso Peche Filho1

endpd
Trabalho disponível nos Anais do Evento e publicado com o consentimento dos autores

Cultivou-se milho-verde em Argissolo Vermelho Amarelo, em Mococa, SP, constatando-se valores de resistência do solo à penetração (RSP) entre 1 e 2 MPa a 10 a 15 cm e 25 a 30 cm de profundidade.

Na sequência, em meados de fevereiro, cultivaram-se Crotalaria breviflora, C. juncea, C. spectabilis, feijão-de-porco (Canavalia ensiformis), guandu (Cajanus cajan), mucuna-anã (Mucuna deeringiana) e milheto (Pennisetum glaucum), em sistema de semeadura direta.

Na camada 10 a 15 cm, os menores valores médios de RSP foram determinados sob guandu (4 MPa) e mucuna-anã (6 MPa), em contraste com aqueles indicativos de maior RSP, sob feijão-de-porco (12 MPa) e C. juncea (16 MPa), tendência também constatada a 25 a 30 cm.

Esses valores são considerados elevados para o desenvolvimento radicular das culturas, mas, enquanto o guandu é considerado ‘subsolador biológico’, sabe-se da reduzida capacidade de penetração das raízes de C. juncea em camadas compactadas. Embora haja compactação do solo cultivado com as diferentes espécies, o acúmulo de fitomassa seca das mesmas foi satisfatório para a safrinha (1,5 a 4,1 T ha-1).

Esse crescimento vegetativo em condições de compactação pode estar associado à disponibilidade de água, em quantidade adequada e distribuição uniforme das chuvas do estádio vegetativo até a floração.

Palavras-chave: física do solo, perfil cultural, leguminosas.

Órgão Financiador: Fundação Agrisus e Tesouro do Estado.

Informações dos autores:

1Instituto Agronômico – IAC, Av. Barão de Itapura, 1481, CEP 13020-902 Campinas, SP.

Disponível em: Anais 15º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha. Palha, Ambiente e Renda. Santo Antônio de Goiás, GO. 2016.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.