Soja em grão e farelo: recorde de exportações em março e no 1º trimestre

0
361

Volumes embarcados da oleaginosa e do farelo proteico aumentaram, respectivamente, 65% e 20%, na comparação com os três primeiros meses de 2015, enquanto as saídas de óleo de soja caíram 8%.

As exportações brasileiras do complexo soja totalizaram US$ 5,13 bilhões no primeiro trimestre de 2016, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e compilados pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove).

Do total, US$ 3,78 bilhões (73,8%) referem-se às exportações de soja em grão, US$ 1,17 bilhão (22,9%) ao farelo e US$ 170,17 milhões (3,3%) ao óleo de soja.

Somadas, as vendas externas dos três produtos responderam, em receita, por 12,6% do total exportado pelo País nos três primeiros meses do ano.

Vendas em volume

O Brasil exportou 10,8 milhões de toneladas da oleaginosa, 3,5 milhões de t de farelo e 249 mil t de óleo, no primeiro trimestre. A variação em relação ao mesmo período de 2015 foi de 65%, 20% e menos 8%, respectivamente.

Destinos

Os embarques de soja para a China somaram 8,5 milhões de toneladas, volume que representa aproximadamente 79% das exportações brasileiras da oleaginosa. Os países da União Europeia foram o destino de 8,5% das exportações do grão. Outros países asiáticos absorveram 7,5% das exportações brasileiras da commodity.

As vendas de farelo de soja para a União Europeia foram superiores a 1,8 milhão de toneladas (52% das exportações brasileiras do produto), volume 10% acima do expedido para aquele bloco econômico no mesmo período de 2015.

Os volumes de farelo embarcados aos países do Sul e do Sudeste Asiático – especialmente Coreia do Sul e Japão -, aumentaram 39%, totalizando 1,4 milhão de toneladas (41% do total). O Oriente Médio concentrou 6,5% do farelo (231 mil toneladas), variação de 37%.

De um total de 249 mil toneladas de óleo de soja exportado, 78% (194 mil toneladas) tiveram como destino os países da Ásia, 13% (31,6 mil toneladas) os países da América e 9% (22 mil toneladas) a África, a China e o Oriente Médio.

Portos

Pelo porto de Santos foram embarcadas 4,6 milhões de toneladas de soja em grão, ou 43% do volume exportado. De Paranaguá saíram 2,5 milhões de toneladas (23%) da oleaginosa, de São Francisco do Sul, 723 mil toneladas (7%), do porto de Rio Grande, 658 mil toneladas (6%).

As exportações de farelo de soja se concentraram, principalmente, nos portos de Santos, Paranaguá, Rio Grande e Salvador, perfazendo os seguintes volumes, respectivamente: 1,57 milhão de toneladas (45%), 1,07 milhão de toneladas (30%), 462,57 mil toneladas (13%), 222 mil toneladas (6%).

De Paranaguá foram exportadas 177 mil toneladas de óleo de soja, o equivalente a 71% do total embarcado. Do porto de Rio Grande, saíram aproximadamente 48 mil t (19% das vendas externas do produto).

Fonte: Abiove

планшет новинки 2016Apple iPadпол из паркетаалименты в украине 2012erotic

Texto originalmente publicado em:
Abiove
Autor:

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.